Artigos

Partiu o mais completo de todos

Escrito por: Walter Vargas, comentarista da ESPN.

Fonte: O Globo

Pelé foi embora. O jogador mais completo que vi em meus 64 anos e quase quatro meses.

Em um futebol mais lento? Sim.

Sempre com interlocutores qualificados? Também.

Mas o mais completo.

Maravilha atlética, dois perfis, drible, assistência, cabeceio, contundência, habilidade, malandragem, elegância, cérebro forte e uma presença imaculada nas provas mais difíceis.

Pelé: um 10 com tudo no seu lugar, com voracidade de 9, dinâmica de 8 e malícia de 5.

Sideral, Pelé.

Tanto que ele foi quem foi e será quem será, a salvo de alguns mais bem argumentados.

Sem a generosa distribuição de Di Stefano.

Sem a fina inteligência de Cruyff.

Sem a beleza celestial de Maradona.

Sem a assombrosa validade de Messi.

Um bom Rei, ó Rei, depois de tanto. Depois de tudo.

Um rei que, como todo rei justo, honrou seus predecessores, superou-os e depois autorizou e abençoou os reis que chegavam.

Adeus, Pelé.

Beijo a tua imagem numa figurinha de cartão que guardo desde criança, ergo o copo e pergunto-me, decido perguntar-me, se nunca te encontrarei num canto ali: o chão misterioso onde todas as bandeiras tremulam, ou nenhuma.

Tradução por: Ronaldo Helal.

Publicidade

Um comentário em “Partiu o mais completo de todos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s