Eventos

Chamada de trabalhos para o Seminário #maraca70 nos dias 6 e 7 de outubro

Nos dias seis e sete de outubro de 2020, o Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte (LEME) irá comemorar o aniversário de 70 anos de inauguração do Estádio Mário Filho, o Maracanã. Para a ocasião, estamos organizando o IV Seminário Internacional do LEME. Na programação, estão previstas: mesas de debates, com a presença de renomados pesquisadores e jornalistas do âmbito esportivo; palestras de atletas que fizeram história neste que já foi o maior estádio do mundo; e ainda a apresentação de trabalhos de pesquisadores de todo o país.

Receberemos resumos expandidos de trabalhos de graduandos, graduados, mestrandos, mestres, doutorandos e doutores de 11 de março até 31 de maio, divididos nos seguintes eixos temáticos:

GT1- Esporte, cidade e identidades

O esporte desempenha um papel fundamental tanto na construção quanto na afirmação de uma pluralidade de identidades que atuam dentro e fora de fronteiras territoriais. Essa relação com a territorialidade confirma a necessidade de compreensão do esporte como prática que se entrecruza com o espaço urbano, estabelecendo com ele, uma trama de relações e significados que põe em movimento o jogo das identidades em um contexto de tensionamentos entre o local e o global.

Coordenação: Carol Fontenelle

GT2- Mídia, esporte e representação

A mídia, gradualmente, se consolidou como um importante veículo mediador entre os esportes e o público, participando não apenas da circulação, mas também da produção de um vasto imaginário construído em diálogo com uma série de representações presentes dentro e fora do território esportivo. As representações produzidas são um material cuja análise pode nos possibilitar o acesso às tensões e às contradições dos valores e discursos que estão em jogo.

Coordenação: Álvaro do Cabo

GT3 – Estádios, arenas e os modos de torcer

A diversidade dos modos de torcer fomenta variadas possibilidades de construção identitária de torcedores e torcedoras nas arquibancadas. Essa pluralidade faz do ato de torcer um fenômeno complexo, muitas vezes, contraditório e que faz dele um locus de análise das reações, adaptações e resistência às mudanças ocorridas no cenário futebolístico, sobretudo, em diálogo com as transformações geradas pelo intenso processo de mercantilização e midiatização dos eventos esportivos.

Coordenação: Irlan Simões

Os trabalhos devem ter no mínimo 7.000 e no máximo 12.000 caracteres e necessitam estar no template do evento (clique no link para acessar) e devem ser enviados para o e-mail “seminariomaraca70@gmail.com”. Serão aceitos para análise resumos em Português ou Espanhol e que versem sobre um dos GTs. Não será possível o envio de um mesmo resumo ou de resumos diferentes para mais de um GT.

Em julho, iremos divulgar a lista de resumos aprovados e, para garantir a apresentação presencial dos trabalhos, será necessário o pagamento da taxa de inscrição:

Graduando – gratuito;

Graduados – R$ 20,00

Mestrandos, mestres e doutorandos – R$ 40,00

Doutores – R$ 50,00

Não será necessário o envio de trabalhos completos.

Apenas após a divulgação da lista de resumos aceitos, será necessário efetuar o pagamento da inscrição.

Obs.: Não haverá ajuda de custo para a participação presencial do evento.

 

Cronograma

11/03: início da submissão de trabalhos (resumo expandido)

31/05: data-limite para o envio dos resumos expandidos

02/07: resultado das avaliações dos resumos submetidos

04/09: data-limite para o pagamento das inscrições

06 e 07/10: realização do Seminário Internacional #maraca70

 

Programação Preliminar do IV Seminário Internacional #maraca70

1º dia – 06/10

Manhã – 10h às 12h – Visita guiada ao Maracanã (a confirmar)

Tarde – 14 às 17h – Apresentação de trabalhos acadêmicos

Noite – 18h às 20h – Conferência de abertura – “Narradores do Espetáculo”

 

2º dia – 07/10

Manhã – 10h às 12h – Mesa “Os artistas da bola e o Maracanã”

Tarde

14h às 15h30 –Mesa “O Maracanã na literatura e na arte”

16h às 17h30 – Mesa “Maracanã: patrimônio cultural e palco de megaeventos”

Noite – 18h às 20h – Mesa de Encerramento

Em breve, divulgaremos mais informações e a programação completa.

Siga o LEME no Instagram e Facebook (@lemeuerj) para ficar por dentro de tudo que estamos organizando para esse evento e outras informações sobre o laboratório.

Participações na mídia

Ronaldo Helal debate no jornal O Globo sobre os incidentes na final da Sul-Americana

A edição do jornal O Globo desta última terça-feira (19/12) trouxe uma entrevista com Ronaldo Helal, coordenador do Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte, Fernando Veloso, especialista em segurança, Luiz Antônio Santoro, advogado do Corinthians, Paulo Storani, ex-capitão do Bope, Fernando Segura Trejo, sociólogo da Universidade Federal de Goiás, e Eduardo Carlezzo, advogado.

Os seis entrevistados debateram os incidentes da final da Sul-Americana, uma semana após a realização da partida no Maracanã. Alguns tópicos levantados durante a entrevista foram a elitização no preço dos ingressos, a identificação dos responsáveis pelo tumulto e a possível interdição do Maracanã.

Clique na imagem abaixo para acessar a entrevista completa.

Imagem blog.png
Crédito: Jornal O Globo, Caderno de Esportes.
Artigos

Futebol, Vândalos e Descontentes

Após a partida final da Copa Sul-Americana, alguns amigos me cobraram uma reflexão sobre o ocorrido no estádio e em seu entorno. Meu filho estava lá e passou por dificuldades ao retornar pela rampa de acesso à estação Maracanã do metrô. Passado o susto, o que podemos dizer do ocorrido? Vandalismo foi a palavra mais… Continuar lendo Futebol, Vândalos e Descontentes

Avalie isto:

Artigos · Eventos

Exposição “Relíquias do Futebol” movimenta o Maracanã em meio à escassez de jogos.

Nada melhor que ter o maior palco do esporte mundial como cenário para relembrar a história do futebol. No último sábado, colecionadores – entre eles alguns que participaram das gravações do documentário “Segunda Pele Futebol Clube”, produzido pelo LEME – e fanáticos por futebol se reuniram no Maracanã para prestigiar a exposição “Relíquias do Futebol”.… Continuar lendo Exposição “Relíquias do Futebol” movimenta o Maracanã em meio à escassez de jogos.

Avalie isto:

Artigos

O Rio corre “do” Maracanã

Construído como um dos símbolos de um Brasil “próspero e grande” que se posicionava mundialmente no cenário pós-Guerra, o então Estádio Municipal se tornou um templo do esporte mundial. Palco de duas finais de Copas do mundo, de abertura e encerramento de Olimpíadas, casa dos cariocas que transformaram o “domingo eu vou ao Maracanã” em… Continuar lendo O Rio corre “do” Maracanã

Avalie isto:

Artigos

Não tão “Loco” assim

Nascido no Uruguai, mas há 30 anos morando no Brasil, Juan Silvera é pesquisador de comunicação e esporte na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, integrante do Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte e tem como objeto de estudo as relações entre o futebol e a cultura dos dois países. Como parte de… Continuar lendo Não tão “Loco” assim

Avalie isto:

Artigos

Reflexões sobre a Copa – carta a Ronaldo Helal

A Copa nos deixa sem oportunidades para encontros que permitam brincar com ideias e observações. Decidi voltar ao velho caminho de lhe escrever uma carta. Talvez fique longa por falta de tempo. Para maior clareza e autocontrole enumero minhas observações. 1)      Tenho a impressão de que o futebol latino americano, assim incluo México, Costa Rica… Continuar lendo Reflexões sobre a Copa – carta a Ronaldo Helal

Avalie isto: