Eventos

Seminário #Maraca70 é sucesso online de público

Mais de duas mil visualizações de vídeos – é esta a marca que o Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte (LEME) chegou em menos de 24 horas do término de seu  Seminário #Maraca70, no Youtube. Com uma programação que reuniu acadêmicos consagrados, jornalistas da grande imprensa e pesquisadores de todo o país (nos Grupos de Trabalho), o Seminário #Maraca70 fica na história do LEME como um evento de acolhimento, aprendizagem e escuta, em meio a tantas adversidades.

As manhãs dos dias 5, 6 e 7 de outubro contaram com a apresentação de trabalhos em três GTs distintos, com reuniões via Meet. Nessas discussões acadêmicas, conseguimos reunir pesquisadores de diversos estados do país, com destaque para a forte presença do Nordeste.

Na noite do dia 5, Vanessa Riche (jornalista e apresentadora do Fox Sports) e Carol Barcellos (jornalista e repórter da TV Globo) abriram o evento com a mesa “Narradoras do espetáculo” (sob mediação de Leda Costa). Além de abordarem as suas relações com o Maracanã, Vanessa e Carol falaram das dificuldades de serem jornalistas em uma editoria na qual ainda há poucas mulheres e lembraram também pontos importantes de suas carreiras, como a cobertura do ônibus 174, realizada por Vanessa, e uma reportagem no Nepal, para o Planeta Extremo, feita por Carol.

No dia seguinte, de tarde, tivemos a mesa “O Maracanã na literatura e na arte”. Luiz Antonio Simas, historiador e autor do livro Maracanã: Uma biografia, Bernardo Buarque de Hollanda, professor da Escola de Ciências Sociais da FGV, e Gisella Moura, mestre em História Social e Cultural pela UFRJ e autora do livro O Rio Corre Para o Maracanã, com a mediação de Alvaro do Cabo, doutor em História Comparada pela UFRJ, abordaram aspectos históricos do estádio, bem como suas representações em livros, músicas, filmes e outros produtos culturais.

Para terminar o segundo dia de evento, à noite, a tabelinha ficou por conta de Edson Mauro (radialista e narrador esportivo da Rádio Globo/CBN) e Luis Roberto (jornalista e narrador da Globo/SporTV). Com mediação de Ronaldo Helal, coordenador do LEME, tivemos uma noite de muitas memórias afetivas do Maracanã, no qual parecia estarmos assistindo a uma mesa redonda de domingo.

Já na quarta (07), último dia do evento, pesquisadores consagrados se reuniram para a mesa “Maracanã: patrimônio cultural e palco de megaeventos”. Vivian Fonseca (historiadora e professora da UERJ e da FGV), diretamente da França, nos contou sobre as intervenções realizadas no estádio, sob o ponto de vista do patrimônio cultural. Arlei Damo (antropólogo e professor da UFRGS) abordou as simbologias presentes na construção dos estádios ao longo da história, com foco na integração com o público, e Antônio Jorge Soares (professor titular da UFRJ) nos brindou com reflexões próprias de um intelectual dos esportes, que também frequenta, desde a infância, o Maracanã. A mesa foi mediada por Filipe Mostaro, doutor em Comunicação pela UERJ e pesquisador do LEME.

Para fechar o Seminário com chave de ouro, às 18h30, Juca Kfouri (escritor, jornalista e autor do Blog do Juca) e Marcelo Barreto (jornalista, editor-chefe e apresentador do Redação SporTV), sob a mediação do professor Ricardo Freitas, vice-diretor da FCS/UERJ e coordenador do Laboratório de Comunicação, Cidade e Consumo (Lacon), conversaram sobre suas experiências nas dependências do estádio enquanto jornalistas e torcedores.

Produção bibliográfica

LEME lança novo livro organizado por seus pesquisadores

O Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte (LEME) acaba de lançar um novo livro. Organizado pelo coordenador do grupo, Ronaldo Helal, e pelo pesquisador do LEME, Filipe Mostaro, o livro Narrativas do Esporte na Mídia – Reflexões e Pesquisas do LEME traz uma coletânea de dez artigos, todos assinados por mestres, doutores, pós-doutores e pesquisadores que fizeram ou fazem parte do Laboratório.

O livro começou a ser pensado em 2017, quando houve o convite de Helal e Filipe para os autores fazerem parte da coletânea. Com uma boa troca de passes e um time em sintonia, o resultado final ficou pronto agora, em 2020. Trazendo diferentes recortes dentro do universo da relação esporte-mídia, os artigos apresentam um conjunto de pesquisas denso, fruto de um trabalho sério de cada pesquisador, que contribuem para um debate mais profundo sobre esse campo, ajudando a compreender e ressignificar o papel do jornalismo esportivo na produção de narrativas.

Os textos fazem um percurso que vai desde o início do século até os dias atuais, passando por diferentes meios de comunicação e mostrando a intensa relação do esporte com a mídia. O time que compõe o livro é formado por Ronaldo Helal, Fausto Amaro, Francisco Brinati, Alvaro do Cabo, Juan Silvera, Leda Costa, Carol Fontenelle, Irlan Simões, Anderson Gomes, Tatiane Hilgemberg e Filipe Mostaro.

O lançamento presencial já está acertado com a editora Appris, mas ainda não tem data para acontecer, por conta da pandemia e das consequentes medidas de restrição.

Enquanto isso, os interessados podem comprar o livro direto no site da editora.

Serviço

Título: Narrativas do Esporte na Mídia – Reflexões e Pesquisas do LEME

Editora: Appris

Ano de Lançamento: 2020

Organizadores: Ronaldo Helal e Filipe Mostaro

Preço sugerido para venda: R$66,00 (versão impressa); R$29,00 (versão digital)

Sumário

  1. Futebol, mídia e nação: um breve relato do campo acadêmico
    Ronaldo Helal
  2. O olhar da imprensa carioca sobre o esporte olímpico nacional na década de 1910
    Fausto Amaro
  3. Maracanazo e Mineiratzen: imprensa e representação da Seleção Brasileira nas      derrotas das copas do mundo de 1950 e 2014
    Francisco Brinati
  4. Futebol força x futebol arte. O debate em torno do “estilo” brasileiro no mundial da Argentina em 1978
                Alvaro Vicente do Cabo
  5. O mito Pelé: nacionalismo, fanatismo ou religião, fatos bons para pensar
    Juan Silvera
  6. Quem diz não ao futebol moderno. Juventude, mídia, contracultura e imagens da resistência
                Leda Maria da Costa
  7. Futebol e consumo: hábitos e paixões de jovens da Baixada Fluminense
    Carol Fontenelle e Ronaldo Helal
  8. A invenção do “Nordestão” e o futebol-arte: investigações a partir do jornal dos      sports
    Irlan Simões e Anderson dos Santos
  9. Jogos Paralímpicos de 2012: a perspectiva individual dos atletas paralímpicos e          a sua representação na mídia
                Tatiane Hilgemberg
  10. De “professor” a “comandante”: os rumos narrativos sobre os técnicos da Seleção Brasileira de futebol na primeira metade do século XX
    Filipe Mostaro
Eventos

Seminário #Maraca70 recebe trabalhos em fluxo contínuo

Anotação 2020-05-29 135848

O Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte (LEME) informa que, a partir de agora, receberá os resumos expandidos para o Seminário Internacional #Maraca70 em fluxo contínuo. O prazo para envio de textos seria até o dia 30 deste mês, mas, diante do contexto da pandemia, julgamos pertinente alterá-lo. Pelo mesmo motivo, não temos ainda a definição se o evento realmente acontecerá de forma presencial, em 6 e 7 de outubro, se iremos aderir a modalidade online ou ainda se haverá adiamento de data.

Sendo assim, continuamos recebendo resumos expandidos de trabalhos de graduandos, graduados, mestrandos, mestres, doutorandos e doutores, divididos nos seguintes eixos temáticos:

GT1- Esporte, cidade e identidades

O esporte desempenha um papel fundamental tanto na construção quanto na afirmação de uma pluralidade de identidades que atuam dentro e fora de fronteiras territoriais. Essa relação com a territorialidade confirma a necessidade de compreensão do esporte como prática que se entrecruza com o espaço urbano, estabelecendo com ele, uma trama de relações e significados que põe em movimento o jogo das identidades em um contexto de tensionamentos entre o local e o global.

Coordenação: Carol Fontenelle

GT2- Mídia, esporte e representação

A mídia, gradualmente, se consolidou como um importante veículo mediador entre os esportes e o público, participando não apenas da circulação, mas também da produção de um vasto imaginário construído em diálogo com uma série de representações presentes dentro e fora do território esportivo. As representações produzidas são um material cuja análise pode nos possibilitar o acesso às tensões e às contradições dos valores e discursos que estão em jogo.

Coordenação: Álvaro do Cabo

GT3 – Estádios, arenas e os modos de torcer

A diversidade dos modos de torcer fomenta variadas possibilidades de construção identitária de torcedores e torcedoras nas arquibancadas. Essa pluralidade faz do ato de torcer um fenômeno complexo, muitas vezes, contraditório e que faz dele um locus de análise das reações, adaptações e resistência às mudanças ocorridas no cenário futebolístico, sobretudo, em

diálogo com as transformações geradas pelo intenso processo de mercantilização e midiatização dos eventos esportivos.

Coordenação: Irlan Simões

***

Os trabalhos devem ter no mínimo 7.000 e no máximo 12.000 caracteres e necessitam estar no template do evento (clique no link para acessar) e devem ser enviados para o e-mail “seminariomaraca70@gmail.com”. Serão aceitos para análise resumos em Português ou Espanhol e que versem sobre um dos GTs. Não será possível o envio de um mesmo resumo ou de resumos diferentes para mais de um GT.

No prazo de um mês antes do evento, iremos divulgar a lista de resumos aprovados e, para garantir a apresentação presencial dos trabalhos, será necessário o pagamento da taxa de inscrição:

Graduando – gratuito;

Graduados – R$ 20,00

Mestrandos, mestres e doutorandos – R$ 40,00

Doutores – R$ 50,00

Não será necessário o envio de trabalhos completos.

Apenas após a divulgação da lista de resumos aceitos, será necessário efetuar o pagamento da inscrição.

Obs.: Não haverá ajuda de custo para a participação presencial do evento.

Eventos

Encontros LEME virtual discute clube-empresa

Com a impossibilidade de discussões presenciais, devido à pandemia da Covid-19, o Laboratório de Estudos em Mídia e Esportes realizará seu próximo Encontro no dia 15 de maio (sexta-feira), às 19h, na modalidade on-line. Nosso convidado será Irlan Simões, doutorando do Programa de Pós-graduação em Comunicação da UERJ.

Na ocasião, será discutido o texto “Club Universidad de Chile: recuperar o clube para os seus torcedores, superando o fracasso das S.A.”, produzido pela Asociación de Hinchas Azules, grupo de torcedores e antigos sócios do Club Universidade de Chile.  Este texto é parte integrante do livro Clube Empresa: abordagens críticas globais às sociedades anônimas no futebol.

O encontro será aberto a participação de estudantes da UERJ (graduação e pós-graduação) e de outras instituições de ensino superior, mediante inscrição prévia e condicionado ao limite de 40 participantes. Caso não seja aluno de graduação, é também possível realizar a inscrição, mas salientamos que será dada prioridade aos primeiros.

Para se inscrever, basta enviar para o nosso e-mail (lemeuerj@gmail.com) seu nome completo, curso de graduação, instituição de ensino e, caso possua, nome de usuário (@) em redes sociais (Facebook e/ou Instagram). Após o cadastro, o participante receberá o texto para leitura, bem como o link para reunião (via Zoom).

Encontros 15.05.png

Artigos

A representação midiática do CSA na Série A do Brasileiro

Tratar da representação midiática do futebol no Brasil possibilita diferentes perspectivas de comentários e análise. Mas há quase que um consenso que os principais veículos de comunicação que se propõem a ser nacionais partem de uma base do eixo Rio de Janeiro-São Paulo, onde se encontram as sedes das redes nacionais de TV aberta e… Continuar lendo A representação midiática do CSA na Série A do Brasileiro

Avalie isto:

Artigos

A vida pulsa longe da Libertadores

“O Flamengo é o Brasil na Libertadores”. A frase é velha. Batida. Tola. Muito tola. Tão tola, que é quase inacreditável perceber que ainda ontem parte da mídia tentasse vender essa ideia na hora de divulgar a transmissão da final da competição continental. Várias emissoras de TV fizeram isso à exaustão nesses dias de novembro.… Continuar lendo A vida pulsa longe da Libertadores

Avalie isto:

Eventos

LEME recebe os pesquisadores Gustavo Bandeira e Vivian Fonseca

Encontros LEME é uma proposta do Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte que visa realizar debates com professores, pesquisadores, graduandos e convidados interessados em estudar as interseções entre Comunicação, Cultura e Esporte. Os encontros pretendem oferecer um espaço de diálogo e formação acadêmica. Neste semestre, já recebemos pesquisadores proeminentes da área de esportes –… Continuar lendo LEME recebe os pesquisadores Gustavo Bandeira e Vivian Fonseca

Avalie isto:

Participações na mídia

Ludopédio entrevista coordenador do LEME (parte 1)*

Ronaldo Helal, coordenador do Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte (LEME/UERJ), foi entrevistado pelo site Ludopédio. Há muito tempo queríamos entrevistar o professor Ronaldo Helal. Foram muitos anos de desencontro até que conseguimos realizar a entrevista por ocasião de um evento no Rio de Janeiro. O professor Helal nos recebeu em sua residência e… Continuar lendo Ludopédio entrevista coordenador do LEME (parte 1)*

Avalie isto:

Artigos

22 mulheres em campo

22 mulheres em campo jogando bola em um estádio lotado que cantou a Marselhesa antes, durante a após a partida entre Brasil e França. Um belo cenário para as oitavas de final da Copa do mundo de 2019. Uma Copa que pode ser um divisor de águas para o futebol das mulheres, tamanho o bom… Continuar lendo 22 mulheres em campo

Avalie isto:

Artigos

Saudades do jogador que você nunca se tornou*

Neymar sempre permeou os estudos de nosso laboratório. Vários integrantes já publicaram artigos sobre sua trajetória e analisaram as possibilidades iminentes de se tornar um grande ídolo nacional[1]. Como nosso foco é se aprofundar nas relações entre mídia e esporte, abordávamos mais os efeitos simbólicos de Neymar fora de campo do que seu desempenho dentro… Continuar lendo Saudades do jogador que você nunca se tornou*

Avalie isto: