Artigos

Esporte como fenômeno sociocultural: resenha da clássica obra “O que é sociologia do esporte”

O esporte ganhou outra dimensão a partir do século XX. Se antes estava restrito a parcelas específicas da população, ao longo desse período, se tornou acessível às massas. O esporte conquistou popularidade e, hoje, não restam dúvidas de que se trata de um fenômeno social que impacta a vida cotidiana de todos nós. De acordo… Continuar lendo Esporte como fenômeno sociocultural: resenha da clássica obra “O que é sociologia do esporte”

Avalie isto:

Artigos

No futebol uma mentira repetida várias vezes… não qualifica nem se torna verdade

Algumas construções midiáticas, muito difundidas no Brasil, como  “a maior indústria automobilística da América Latina” ou “o país autossuficiente em petróleo”, deveriam ser para o jornalismo sério motivo de análise e crítica e não de multiplicação ou amplificação . O mesmo serve para o tal epíteto de “país do futebol”. Uma indústria não é uma montadora,… Continuar lendo No futebol uma mentira repetida várias vezes… não qualifica nem se torna verdade

Avalie isto:

Artigos

A trama e os silêncios: Mídia, futebol e compadrio em negociatas

“Sempre leio primeiro a página de esportes, que registra os triunfos das pessoas. A primeira página não me diz nada além dos fracassos do homem”. A frase é de Earl Warren, político e ex-chefe da Justiça dos Estados Unidos. Contudo, nem sempre a seção de esportes trata de triunfos. Nos últimos dias, abriu espaço para,… Continuar lendo A trama e os silêncios: Mídia, futebol e compadrio em negociatas

Avalie isto:

Artigos

Jamil Chade e o futuro da FIFA

Em 27 de maio de 2015, o futebol sofreu o seu maior abalo. Os principais dirigentes da FIFA, acusados de corrução foram presos na Suíça, onde se reuniam para o congresso anual da entidade. Dois anos depois, mudanças aconteceram na FIFA, mas elas foram realmente capazes de fazer o jogo ser mais limpo? As denúncias… Continuar lendo Jamil Chade e o futuro da FIFA

Avalie isto:

Artigos

48 seleções, clientelismo e corrupção: a FIFA continua a desprezar uma paixão mundial

Em 1974, quando assumiu a presidência da FIFA, João Havelange cumpriu a promessa de campanha e expandiu o número de participantes da Copa do Mundo, de 16 até então para 24, a partir do mundial de 1982. Eram tempos de descolonização na África e na Ásia, e os impérios europeus, sobretudo o inglês e o francês,… Continuar lendo 48 seleções, clientelismo e corrupção: a FIFA continua a desprezar uma paixão mundial

Avalie isto:

Artigos

Futebol, televisão, dinheiro e notícia

Deixei de acreditar na possibilidade da existência de uma mídia independente ainda no começo da faculdade de Jornalismo. Depois que se compreende o processo de produção da notícia, descobre-se que ele é o resultado de uma série de escolhas, que são feitas desde a pauta até a publicação. Essas decisões são tomadas a partir dos… Continuar lendo Futebol, televisão, dinheiro e notícia

Avalie isto:

Artigos

Da várzea à Fifa

No Sertão da Paraíba, nos recantos de uma cidadezinha qualquer, há um clube amador de futebol. Um time de peladeiros, com poucos recursos, sem campo próprio, sem dinheiro para manter o jogo de bola em níveis aceitáveis de qualidade. Jogam em nome do prazer. Para se socializar na base da cachaça e da feijoada ao… Continuar lendo Da várzea à Fifa

Avalie isto: