Eventos

Seminário Internacional “Copa América – 2019: Esporte, mídia, identidades locais e globais” tem recorde de público

O Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte (LEME), driblando todos os percalços proporcionados pelas chuvas, promoveu o Seminário Internacional “Copa América – 2019: Esporte, mídia, identidades locais e globais”. Coordenado pelo prof. Ronaldo Helal, o evento estava marcado para os dias 9 e 10 de abril, mas teve que ser adaptado somente para o dia 10 de abril (quarta-feira). O auditório do PPGCOM esteve lotado e os GTS tiveram ampla participação de pesquisadores de vários estados do Brasil.

As atividades iniciaram às 12h, com a apresentação dos trabalhos distribuídos nos GTs 1, 2 e 3. Às 15h, foi a vez da primeira mesa de palestras composta de David Wood, presidente da Sociedade de Estudos Latino-Americanos e diretor de Assuntos Internacionais da Faculdade de Artes e Humanidades da Universidade de Sheffield; Simoni Lahud Guedes, professora titular do Departamento de Antropologia da Universidade Federal Fluminense e membro da Associação Brasileira de Antropologia (ABA), Pablo Alabarces, PhD em Sociologia pela Universidade de Brighton e professor da Universidad de Buenos Aires e Victor Andrade, professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde atua no Programa de Pós-Graduação em História Comparada/Instituto de História e no Programa de Pós-Graduação em Educação, da Faculdade de Educação.

Às 18h 30 foi a vez da segunda mesa, que contou com a generosidade do professor Ricardo Freitas, membro do corpo docente do programa de pós-graduação stricto sensu em Comunicação da UERJ e líder do grupo Comunicação urbana, consumo e eventos cadastrado no CNPQ, que cedeu sua fala para os demais colegas, já que o tempo estava curto.  Tiveram a palavra Gilmar Mascarenhas, pesquisador associado no Laboratório ETTERN-IPPUR-UFRJ e membro da rede NEER (Núcleo de Estudos em Espaço e Representações); Rosana da Câmara Teixeira, pesquisadora do Laboratório de Educação e Patrimônio Cultural (Laboep-UFF) e do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Esporte e Sociedade (NEPESS-UFF), Lívia Magalhães, professora Adjunta de História do Brasil República do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense (UFF); e Sérgio Settani Giglio, coordenador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Esporte e Humanidades (GEPEH) da Universidade Estadual de Campinas e integrante do MARGEM: Laboratório de Pesquisa em Educação Física e Humanidades da UNICAMP e do LUDENS (Núcleo Interdisciplinar de Estudos Sobre Futebol e Modalidades Lúdicas) da Universidade de São Paulo.

O objetivo do evento era de refletir sobre o fenômeno futebolístico e esportivo de modo geral tendo como centro articulador os debates sobre a realização da Copa América de 2019 no Brasil e os cem anos da primeira conquista internacional da Seleção Brasileira, mas o aprendizado foi muito além do futebol. O LEME aproveita para pedir desculpas públicas por qualquer mudança na programação de última hora e agradece a cada funcionário terceirizado da UERJ (principalmente dos elevadores e da faxina), às servidoras de secretaria do PPGCOM Eliana e Helena e aos pesquisadores que, mesmo diante da chuva e mudança de programação estiveram presentes.

Anúncios
Eventos

Evento Internacional sobre Futebol Feminino na América do Sul conta com participação de pesquisadora do LEME

57034770_2178311198885240_3685981039831810048_o.jpg
Mesa 6: “Formas de ver o futebol feminino no Brasil: modos e medios”. Da esquerda para direita: Leda Costa, Aira Bonfim, Silvana Goellner e David Wood.

O III Encontro Internacional sobre Futebol Feminino na América do Sul, realizado na FGV da Candelária, foi parte do projeto interinstitucional desenvolvido pelo professor David Wood (The University of Sheffield, UK), em parceria com as professoras Silvana Goellner (UFRGS) e Verónica Moreira (Universidad de Buenos Aires), com o suporte financeiro do Arts and Humanities Research Council, do Reino Unido.

Esse encontro contou com a participação de renomados pesquisadores da área esportiva. Dentre eles, está Leda Maria da Costa, professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e pesquisadora do LEME/UERJ.

Leda fez parte da Mesa 6: “Formas de ver o futebol feminino no Brasil: modos e medios”, realizada na última sexta, dia 12, ao lado de Aira Bonfim (FGV-CPDOC), David Wood (The University of Sheffield, UK), Silvana Goellner (UFRGS) e com mediação de Verónica Moreira (Universidad de Buenos Aires).

Leda Costa falou sobre sua pesquisa “A rainha de chuteiras: Marta e a representação da identidade nacional nas narrativas midiáticas sobre a seleção brasileira feminina de futebol”.

futebol-e-mulheres-734x1024

Eventos

LEME divulga III Encontro Internacional sobre Futebol Feminino na América do Sul*

O encontro visa congregar atletas e profissionais que atuam no universo do futebol feminino, bem como estudiosos do tema, de modo a debater os problemas e os potenciais para o desenvolvimento da prática no continente. O evento no Rio de Janeiro dá sequência aos encontros ocorridos em São Paulo (setembro de 2018) e Buenos Aires… Continuar lendo LEME divulga III Encontro Internacional sobre Futebol Feminino na América do Sul*

Avalie isto:

Eventos

LEME divulga “Copa América 2019 – Puntero Izquierdo e Ludopédio”*

REGULAMENTO DA CHAMADA PARA REPÓRTERES – COPA AMÉRICA 2019 – PUNTERO IZQUIERDO & LUDOPÉDIO Puntero Izquierdo e Ludopédio entram em campo, juntos pela primeira vez, para promover uma série de reportagens sobre a Copa América 2019, que será disputada no Brasil entre 14 de junho e 7 de julho. Essa chamada é direcionada aos repórteres freelancers alocados nas 5… Continuar lendo LEME divulga “Copa América 2019 – Puntero Izquierdo e Ludopédio”*

Avalie isto:

Eventos

SEMINÁRIO INTERNACIONAL “COPA AMÉRICA – 2019: ESPORTE, MÍDIA, IDENTIDADES LOCAIS E GLOBAIS”

uerj_1-724x1024

2.png

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Em 1919, no Rio de Janeiro, a seleção brasileira conquistou o campeonato Sul-Americano de futebol. Já em pleno processo de popularização desse esporte no Brasil, o sul-americano daquele ano pode ser considerado como um momento fundamental em que foram dados contornos mais nítidos de uma identidade coletiva que se construía em torno do futebol. 100 anos se passaram. O Sul-americano se transformou em Copa América e o futebol, especialmente a seleção brasileira, se consolidou como um dos mais importantes pilares identitários do Brasil. 100 anos se passaram e, novamente, o Brasil sedia o mais importante campeonato de seleções do continente americano.

A realização do Seminário “Copa América-2019: Esporte, mídia, identidades locais e globais” pretende promover uma discussão de cunho acadêmico e transdisciplinar, objetivando refletir sobre o fenômeno futebolístico e esportivo de um modo geral tendo como centro articulador os debates sobre a realização da Copa América de 2019, no Brasil e os cem anos da primeira conquista internacional da Seleção Brasileira. Nesse evento, o LEME (Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte) propõe promover uma oportunidade de divulgação e circulação de conhecimento que não se restrinja ao futebol em si, mas sim sobre as repercussões e apropriações feitas dessa prática esportiva que, desde o início do século XX, tem mostrado sua força de popularidade.

Normas para submissão de resumos e trabalhos completos para a sessão de trabalhos do Seminário Internacional COPA AMÉRICA – 2019: ESPORTE, MÍDIA, IDENTIDADES LOCAIS E GLOBAIS

1) Em um primeiro momento, o (a) autor(a) e co-autor (a), caso haja, deverão encaminhar, até o dia 15 de março de 2019, para a comissão científica do evento, resumo do artigo completo, no qual devem estar expostas suas ideias principais, a metodologia utilizada e os resultados parciais e/ou totais da pesquisa.

2) Os resumos devem conter, no máximo, 2500 caracteres, incluindo espaços. As regras de formatação para envio dos artigos (de 10 a 15 páginas) serão enviadas por email aos trabalhos selecionados.

A submissão de resumos deve ser realizada exclusivamente por meio deste formulário.

Email de contato: comunicacaoeesporte@gmail.com

3) O Seminário “Copa América-2019: Esporte, mídia, identidades locais e globais” recebe trabalhos de graduandos, graduados, mestrandos, mestres, doutorandos e doutores.

4) O Seminário “Copa América-2019: Esporte, mídia, identidades locais e globais” aceita trabalhos escritos em Português, Inglês e Espanhol.

5) Grupos de trabalho – A sessão de trabalhos tem como objetivo estimular a produção científica de pesquisadores das Ciências Sociais e Humanas no que tange à temática do futebol. Além disso, é um espaço acadêmico que visa possibilitar a divulgação desta produção, permitindo o debate e a reflexão acerca de questões contemporâneas exponenciadas pelos pesquisadores em formação.

 

GT1 – Esporte, cidade e identidades – 09 de abril de 2019 (terça-feira) – 10h às 12h30min

GT2 – Mídia, esporte e representação – 14h às 17h

GT3 – Estádios, arenas e os modos de torcer – 10 de abril de 2019 – Quarta-feira – 10h às 12h30min

 

GRUPOS DE TRABALHO

GT1- Esporte, cidade e identidades

O esporte desempenha um papel fundamental tanto na construção quanto afirmação de uma pluralidade de Identidades que atuam dentro e fora de fronteiras territoriais. Essa relação com a territorialidade confirma a necessidade de compreensão do esporte como prática que se entrecruza com o espaço urbano, estabelecendo com ele, uma trama de relações e significados que põe em movimento o jogo das identidades em um contexto de tensionamentos entre o local e o global.

Coordenação: Carol Fontenelle

 

GT2- Mídia, esporte e representação

A mídia, gradualmente, se consolidou como um importante veículo mediador entre os esportes e o público, participando não apenas da circulação, mas também da produção de um vasto imaginário construído em diálogo com uma série de representações presentes dentro e fora do território esportivo. As representações produzidas são um material cuja análise pode nos possibilitar o acesso às tensões e contradições dos valores e discursos que estão em jogo.

Coordenação: Álvaro do Cabo

 

GT3 – Estádios, arenas e os modos de torcer

A diversidade dos modos de torcer fomenta variadas possibilidade de construção identitária de torcedores e torcedoras nas arquibancadas. Essa pluralidade faz do ato de torcer um fenômeno complexo, muitas vezes, contraditório e que faz dele um locus de análise das reações, adaptações e resistência às mudanças ocorridas no cenário futebolístico, sobretudo, em diálogo com as transformações gerados pelo intenso processo de mercadorização e midiatização dos eventos esportivos

Coordenação: Irlan Simões

 

Comitê Científico

Leda Costa (UERJ)

Irlan Simões (UERJ)

Carol Fontenelle (UERJ)

Sérgio Settani Giglio (UNICAMP)

Coordenação-geral

Ronaldo Helal (UERJ)

NÃO HÁ TAXA DE INSCRIÇÃO. ENTRADA GRATUITA.

Data e horário

Início: 9 de abril de 2019

Encerramento: 10 de abril de 2019

Localização

Universidade do Estado do Rio de Janeiro – Auditório 91, 9º andar

Rio de Janeiro / RJ

Rua São Francisco Xavier, 524

Eventos

LEME organiza Seminário “Mídia e Memória dos clubes de futebol brasileiros”

“Mídia e Memória dos clubes de futebol brasileiros” é um evento que objetiva trazer a público um debate acerca do papel dos centros de memória dos clubes de futebol enquanto importantes espaços de preservação da história não somente do futebol, mas do esporte no Brasil. O evento visa oferecer uma oportunidade de divulgação dos projetos… Continuar lendo LEME organiza Seminário “Mídia e Memória dos clubes de futebol brasileiros”

Avalie isto:

Eventos

LEME convida todos para Mini Simpósio de Estudos sobre o Futebol

O Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte (LEME) convida a todos para o evento: Mini Simpósio de Estudos sobre o Futebol que acontecerá, no dia 16 de outubro, a partir das 18h, no Salão Nobre (Sede Gávea do Clube de Regatas do Flamengo). O evento contará com a presença dos professores Ronaldo Helal (coordenador do… Continuar lendo LEME convida todos para Mini Simpósio de Estudos sobre o Futebol

Avalie isto: