Artigos

As mídias sociais e as comemorações dos gols*

Criado em 1992, o Laboratório de Áudio (AudioLab) da Faculdade de Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FCS/UERJ) foi reformulado, a partir de 2009, com apoio da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo a Pesquisa do Rio de Janeiro (FAPERJ) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Localizado na sala 10.017, bloco A, do Pavilhão João Lyra Filho, campus Maracanã, o AudioLab é vinculado ao Departamento de Jornalismo e atende às atividades de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas por professores e alunos da Graduação e dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação (stricto sensu) e de Pós-Graduação em Jornalismo Cultural (lato sensu) da FCS/UERJ. Em 2014, foi certificado pelo Departamento de Inovação (InovUERJ) como Unidade de Desenvolvimento Tecnológico (UDT), estando habilitado para prestar uma série de serviços a públicos externos e internos. Abriga ainda o Grupo de Pesquisa Mediações e Interações Radiofônicas, certificado pelo CNPq, que reúne professores e pesquisadores da UERJ e das Universidades Federal Fluminense (UFF), Federal de Santa Catarina (UFSC), Federal do Ceará (UFC) e Federal de Ouro Preto (UFOP). O AudioLab desenvolve cinco projetos contemplados com bolsas de Estágio Interno Complementar (Cetreina/UERJ) e tem diversos parceiros, entre os quais o portal colaborativo Radiotube e o Laboratório de Ciências da Computação do Instituto de Matemática e Estatística (LCC/IME) da UERJ.

Em parceria com o AudioLab, o LEME está republicando algumas reportagens produzidas por eles no projeto “Esporte no Ar”. Veja a primeira delas abaixo.

Com a modernidade e a tecnologia, todos os passos de uma pessoa são vigiados por inúmeros seguidores em várias redes sociais, isso não é diferente no mundo do futebol. Atitudes, comemorações e comentários que antes eram taxados como naturais, atualmente passaram a ser pauta de discussões em programas esportivos e na internet. O professor da Faculdade de Comunicação Social da Uerj, Sérgio Souto acredita que hoje jogadores de futebol estão extremamente expostos ao público e critica os programas esportivos que privilegiam o entretenimento ao invés da informação.

Produção e Apresentação: Gustavo Vicente
Ano: 2018
Veicular até: Indefinido
Coordenação de jornalismo: Gisele Sobral
Coordenação de pesquisa: Izani Mustafá
Coordenador geral: Prof. Marcelo Kischinhevsky
Edição final: Leonardo Pereira

Confira o áudio abaixo:

*Texto originalmente publicado em AudioLab Uerj – Laboratório de Áudio da Faculdade de Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FCS UERJ).

profissoes-para-quem-ama-futebol-fotografo
Fonte: Investimento Futebol
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s