Artigos

As aulas de Tabárez

Óscar Tabárez completou no último dia 08 de março 10 anos ininterruptos à frente da seleção uruguaia. Nunca antes na história, segundo a Confederação Sul-americana de Futebol, um técnico comandou por tanto tempo uma seleção nacional. Quando aceitou o desafio, em 2006, de reconstruir o futebol uruguaio após a sua não-classificação para o mundial daquele… Continuar lendo As aulas de Tabárez

Avalie isto:

Artigos

Love money, hate ethics

Fornecedora oficial, desde 1970, da bola utilizada nas competições oficiais da FIFA, a Adidas cansou de colocar a bola dentro de campo. No entanto, agora resolveu colocar uma bola fora “homenageando” o atacante uruguaio Luís Suarez, não por seu desempenho profissional tanto na seleção uruguaia como no time do Barcelona, mas sim, pela extrema competência… Continuar lendo Love money, hate ethics

Avalie isto:

Artigos

Crônica de uma noite entre estrelas cadentes e decadentes uruguaias

No período de recesso do futebol sul-americano, é comum a propagação de partidas de final de ano com verdadeiras “peladas” entre veteranos, ex-atletas em atividade, e alguns profissionais que não conseguem ficar longe da bola nem no seu período de descanso. No Brasil, a movimentação é intensa, ocorrendo desde a famosa peleja organizada por Zico… Continuar lendo Crônica de uma noite entre estrelas cadentes e decadentes uruguaias

Avalie isto:

Artigos

Vitória do bom futebol ou da mítica garra charrúa?

Mês passado a seleção uruguaia sagrou-se campeã da Copa América pela  15o vez, reconquistando a hegemonia continental com uma equipe técnica, aguerrida e um excelente conjunto, que havia tido o melhor desempenho entre os classificados sul-americanos no Mundial de 2010 ao obter um honroso quarto lugar. Após um início titubeante na primeira fase, a equipe… Continuar lendo Vitória do bom futebol ou da mítica garra charrúa?

Avalie isto:

Artigos

O sonho do “Eldorado” olímpico renasce nos Andes e parte para o centro do Império, onde o sol nunca se punha.

Das cordilheiras do Império incaico para a cosmopolita e cinzenta “city” londrina seguirão os reluzentes “canarinhos” em busca de um título inédito para o futebol brasileiro. Junto com o virgem campeão olímpico retorna um ancião garanhão “celeste”. Sob o abrasador sol peruano, o Uruguai cuja bandeira também venera o astro-rei  retornará a  uma edição dos… Continuar lendo O sonho do “Eldorado” olímpico renasce nos Andes e parte para o centro do Império, onde o sol nunca se punha.

Avalie isto: