Artigos

#RetrospectivaLEME: futebol pelo mundo

Apesar de o Brasil, para alguns, ainda guardar a alcunha de “país do futebol”, é inegável que outros países têm também histórias muito interessantes sobre esse esporte. Vamos destacar a seguir produções do LEME em que este assunto foi abordado.

Refugiados
Vocês sabiam que o Brasil é o país da América Latina que mais abriga refugiados? Em um país desconhecido, com uma cultura diferente, para muitos jovens existe um ponto em comum: o futebol. No texto “Esporte e vinculação”, escrito para o blog do LEME, Conceição de Souza fala sobre esse aspecto do futebol, que é capaz de integrar múltiplas culturas em um só lugar.

Hermanos
Os nossos vizinhos também guardam grandes momentos no futebol. Para compreender mais os desdobramentos desse esporte na Argentina, Nicolás Cabrera escreveu dois textos para o blog do LEME. O primeiro, em conjunto com Nemesia Hijós e Franco Reyna, “História mínima do futebol argentino: montagem 2020”, trata da profissionalização do futebol no país. E o segundo, “A invenção das Barras”, conta o surgimento das Barras Bravas, que são uma espécie de “torcida organizada” dos clubes argentinos.

Centenário
Para comemorar os cem anos do Club Deportivo Palestino, Sidney Dupeyrat escreveu para o blog do LEME o artigo “Palestino, 100 anos de futebol e identidade”. No texto, Sidney faz uma homenagem a esse clube chileno, fundado por imigrantes palestinos e que tem fortes raízes com a nação e o povo árabe.

Futebol alemão
Em fevereiro deste ano, jogadores do Bayern Munique e do Hoffenheim abandonaram a partida que jogavam depois de protestos vindos das arquibancadas contra Dietmar Hopp, presidente do Hoffenheim. O acontecimento chegou ao Brasil de maneira distorcida e diversas variáveis foram ignoradas. Em seu texto para o blog do LEME, “Futebol, ofensas e ofensivas na Alemanha: o que não se entende na revolta dos torcedores”, Irlan Simões esclarece a situação e mostra que ela vai muito além de um protesto comum.

The English Game
O mundo do esporte virou um grande atrativo para a indústria cinematográfica. Muitas séries e filmes passaram a ilustrar histórias, reais ou não, relacionadas ao esporte. Para falar de uma delas, Anderson Santos escreveu, para o blog do LEME, o texto “A estruturação do futebol mostrada em The English Game”. Nele, Anderson analisa essa série da Netflix, que fez muito sucesso entre os amantes de esporte.

Conexão Inglaterra-Egito
Um dos grandes nomes do futebol inglês entre o final de 2019 e o início de 2020 foi Mohamed Salah, o atacante egípcio do Liverpool. O jogador não é só idolatrado pelos ingleses, mas pelos egípcios também, conseguindo um feito único: unir o país. Para falar desse personagem e suas histórias, Rafael Casé escreveu, para o blog do LEME, o texto “Mohamed Salah, o novo faraó do Egito”.

“Amor à pátria”
Dizer que o futebol promove grandes paixões, todo mundo já sabe. Mas que tal falar desse assunto de maneira mais profunda? Por que as Seleções movimentam esse sentimento de nacionalismo tão intenso? Essa e outras perguntas são respondidas no nosso 23º episódio do Passes & Impasses, que contou com as presenças de Victor Andrade de Melo, professor da UFRJ, e Maurício Drumond, doutor em História Comparada.

Artigos

#RetrospectivaLEME: a pandemia de COVID-19 no esporte – parte 2

O novo coronavírus pegou todo mundo de surpresa. Assim como os demais campos sociais, o esporte também teve que se adaptar a essa nova realidade. A pandemia trouxe reflexões e mudanças para o esporte. Vamos destacar a seguir produções do LEME em que este assunto foi abordado.

“Modelo NBA”
A forma que a NBA encontrou para lidar com a pandemia de COVID-19 chamou a atenção de todos. A famosa “bolha” funcionou muito bem e nenhum caso de coronavírus foi registrado entre atletas ou comissão técnica. No texto “A bola e a ‘bolha'”, Rafael Casé fala sobre a adoção desse modelo e discute suas implicações.

Outros esportes americanos
Nem só de NBA vive os Estados Unidos. Outras ligas também tiveram que repensar seus modelos para o retorno da temporada. César Torres, em seu texto “O esporte profissional norte-americano: entre a pandemia, o negócio e a cultura política”, discorre sobre os modelos adotados pela NBA, MLB, NFL e NHL e os impactos sociais que eles tiveram.

Referência
A situação que estamos vivendo pode parecer inédita, mas guarda semelhanças com outras histórias que o esporte já viveu. David Sheinin e César Torres, no texto “Medo e coragem em tempos de pandemia: lições desportivas de 1987”, relembram uma história que aconteceu há 33 anos e que pode servir de inspiração e referência para o momento que vivemos.

Momento certo?
De volta para o Brasil, com o retorno dos Campeonatos estaduais, alguns times levantaram taças pelo Brasil. Os questionamentos sobre o retorno do esporte ficaram ainda mais fortes. Em seu texto para o blog do LEME, Gustavo Bandeira relatou sua tristeza e revolta, enquanto torcedor, de ver seu time comemorando uma taça em um momento tão inoportuno.

Entrevista
Para opinar sobre esse momento peculiar vivido pelo esporte, em julho, Henrique Biscardi entrevistou o pesquisador Nicolás Cabrera. Na conversa, foram discutidas as ações das torcidas durante a pandemia, e como será o futebol pós-COVID-19 para as torcidas organizadas, tema de pesquisa de Nicolás.

Crítica
Em “Para não dizer que não falei de futebol: menos cem mil torcedores”, Antonio Jorge Soares fez uma dura crítica ao retorno do futebol durante a pandemia. Conjugando esporte e política, Soares destaca a falta de sensibilidade e coerência nas tomadas de decisões.

Responsabilidade
Será que os clubes e atletas são os únicos responsáveis pelo retorno do futebol? Carlus Augustus fez essa reflexão em seu texto para o blog do LEME: “A parte que nos cabe nessa pandemia”. Carlus propõe uma análise sobre os motivos que levaram ao retorno do esporte e a parcela de responsabilidade que cada instituição tem nele.

Leveza
O nosso segundo episódio gravado remotamente (e décimo segundo no geral) foi sobre cinema e esporte. Um respiro diante da realidade tão difícil que vivíamos naquele momento (e ainda hoje). Os convidados foram os professores Victor Andrade de Melo e Ronaldo Helal (também coordenador do LEME). O papo foi leve, descontraído, mas cheio de conteúdo.

Artigos

#RetrospectivaLEME: a pandemia de COVID-19 no esporte

O novo coronavírus pegou todo mundo de surpresa. Assim como os demais campos sociais, o esporte também teve que se adaptar a essa nova realidade. A pandemia trouxe reflexões e mudanças para o esporte. Vamos destacar a seguir produções do LEME em que este assunto foi abordado.

O esporte parou
Não é exagero dizer que a paralisação das atividades em todos os países causou fortes abalos no mundo do esporte. No Brasil, uma das primeiras discussões se deu em torno dos chamados “clubes pequenos”. No blog do LEME, Marina Mantuano abordou esse assunto quando o retorno do esporte ainda era apenas uma hipótese.

E a imprensa?
Sem os campeonatos, a imprensa esportiva também sofreu um baque. As grades tiveram que ser alteradas e programas tradicionais foram modificados. Duas produções do LEME abordaram esse assunto: o episódio 16 do Passes & Impasses, que teve a a participação dos jornalistas Sérgio Souto e Guilherme Oliveira; e o texto “O jornalismo esportivo em tempos de coronavírus”, escrito por Leticia Quadros para o blog do LEME.

Estratégias
Para driblar a falta de assunto, as emissoras começaram a reprisar os jogos de antigos campeonatos. Foi uma bela oportunidade para os mais jovens verem partidas e jogadores incríveis e os mais velhos matarem a saudade de grandes times e títulos memoráveis. No blog do LEME, quem falou sobre isso foi o Sérgio Souto, no texto “Os múltiplos sentidos das partidas reprisadas na memória dos torcedores em tempos de quarentena”.

O retorno
Em junho, aqui no Brasil, quando a curva de casos do novo coronavírus estava ascendente em quase todo país, o Campeonato Carioca foi o primeiro a retomar seus jogos. Foi travado, então, um embate entre Flamengo e Vasco, favoráveis ao retorno, e Fluminense e Botafogo, contrários à medida. No final, o Carioca voltou, o Flamengo sagrou-se campeão, e Diego Ramalho fez sua reflexão sobre isso no texto “A tão merecida taça”. Se você ainda não leu, corre lá no blog do LEME.

As transmissões
Quem também deixou suas reflexões no blog do LEME sobre o Campeonato Carioca foi Phelipe Caldas. Ele, entretanto, abordou o tema por um viés diferente. Em “O rádio e o futebol”, Phelipe discorre sobre o som fake de torcida colocado ao fundo nas transmissões, para amenizar o vazio das arquibancadas. Será que isso descaracterizaria o propósito do rádio?

Torcida fake
Um dos primeiros lugares a colocar torcedores de papelão nas arquibancadas foi a Alemanha. Essa e outras tentativas estão muito calcadas na máxima “futebol sem torcida não é futebol”. Mas será que os torcedores de papel ou virtuais realmente fazem diferença? Em “A dramática volta do futebol alemão”, César Torres, no blog do LEME, discorre sobre o gênero dramático incorporado pelo esporte com essas medidas.

Ainda sobre a “razão de ser do futebol”
A impossibilidade de acompanhar seu time das arquibancadas foi um assunto que mobilizou todos aqueles que amam esporte. Sérgio Souto abordou esse assunto no blog. Para ler o que ele escreveu, confira o texto “Silêncio nos estádios e torcida fake”.

Impactos
A paralisação e o posterior retorno do futebol, em meio à tragédia humana que acontecia fora dos muros dos estádios, não ocorreu sem deixar marcas. Por isso, no episódio 17 do Passes & Impasses, convidamos o psicólogo Alberto Filgueiras para falar, justamente, sobre a importância da psicologia e a atuação do psicólogo em um momento tão delicado.