Produção audiovisual

Já está no ar o quadragésimo sexto episódio do Passes e Impasses

O tema do nosso quadragésimo sexto episódio, o último do ano, é o Futebol e Machismo. Com apresentação de Filipe Mostaro e Raffaella Napoli, gravamos remotamente com Silvana Goellner, professora titular aposentada da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), pesquisadora e ativista do futebol de mulheres, e Gustavo Bandeira, doutor pela UFRGS e autor do livro Uma história do torcer no presente.

Acesse o mais novo episódio do podcast Passes e Impasses no SpotifyDeezerApple PodcastsPocketCastsOvercastGoogle PodcastRadioPublic e Anchor.

O podcast Passes e Impasses é uma produção do Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte em parceria com o Laboratório de Áudio da UERJ (Audiolab). O objetivo do podcast é trazer uma opinião reflexiva sobre o esporte em todos os episódios, com uma leitura aprofundada sobre diferentes assuntos em voga no cenário esportivo nacional e internacional. Para isso, contamos sempre com especialistas para debater conosco os tópicos de cada programa.

Você ama esporte e quer acessar um conteúdo exclusivo, feito por quem realmente pesquisa o esporte? Então não deixe de ouvir o quadragésimo sexto episódio do Passes & Impasses.

No quadro “Toca a Letra”, a música escolhida foi “100% feminista”, parceria entre MC Carol e Carol Konká

Passes e Impasses é o podcast que traz para você que nos acompanha o esporte como você nunca ouviu.

Ondas do LEME (recomendações de artigos, livros e outras produções):

Por outro futebol – Portal Ludopédio

Masculinidades: fútbol, tango y polo en la Argentina – Eduardo Archetti [livro]

Green Street Holligans [filme]

À sombra das chuteiras meridionais: uma História Social do futebol (e outras coisas…) – Cesar Augusto Barcellos Guazzelli; Gérson Wasen Fraga; Miguel Enrique Stédile; Rafael Hansen Quinsani (Orgs.) [livro]

Equipe

Coordenação Geral: Ronaldo Helal
Direção: Fausto Amaro e Filipe Mostaro
Roteiro e produção: Raffaella Napoli e Carol Fontenelle
Edição de áudio: Leonardo Pereira (Audiolab)
Apresentação: Filipe Mostaro e Raffaella Napoli
Convidados: Silvana Goellner e Gustavo Bandeira

Artigos

O machismo persistente no tênis

46 anos após a histórica “Batalha dos Sexos” entre a tenista Billie Jean King e Bobby Riggs, o tênis feminino ainda sofre com o machismo dentro e fora de quadra. O episódio, que virou filme “A Guerra dos Sexos” estrelado por Emma Stone e Steve Carel, foi crucial na busca pela igualdade de gênero no… Continuar lendo O machismo persistente no tênis

Avalie isto:

Artigos

Mais que uma disputa de tênis

O filme A Guerra dos Sexos (2017), dirigido por Jonathan Dayton e Valerie Faris, narra uma disputa de tênis entre o ex-campeão Bobby Riggs (interpretado por Steve Carell) e a líder da classificação mundial Billie Jean King (interpretada por Emma Stone). Essa partida de tênis vira centro de um debate global sobre igualdade de gêneros. Influenciados… Continuar lendo Mais que uma disputa de tênis

Avalie isto:

Artigos

Machismo, futebol e jornalismo

Após o assédio contra a repórter de TV do Esporte Interativo Bruna Dealtry durante a transmissão do jogo do Vasco, na última quarta, dia 14, me senti no dever de falar sobre a posição da mulher perante o machismo no futebol e no jornalismo. Outro caso recente foi o da jornalista Renata de Medeiros, da… Continuar lendo Machismo, futebol e jornalismo

Avalie isto:

Artigos

Qual a relação entre o caso Bruno, o futebol e o feminismo?

Como é de conhecimento de todos, no final do mês de fevereiro, o ex-goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes de Souza, deixou a cadeia após quase sete anos preso. Em 8 de março de 2013, Bruno foi condenado em primeira instância a pouco mais de 22 anos de prisão como mandante do assassinato da modelo Elisa… Continuar lendo Qual a relação entre o caso Bruno, o futebol e o feminismo?

Avalie isto:

Artigos

“O meu lugar é onde quero estar”. Reflexões a partir de uma entrevista com a Gerente de futebol do São Cristóvão

Fazia algum tempo que estava à espera da oportunidade de assistir a um jogo do São Cristóvão e, desse modo, incrementar meu currículo futebolístico, o que seria ótimo tanto em nível pessoal quanto para a minha vida de pesquisadora. A oportunidade surgiu este ano. De posse da tabela do Campeonato Carioca da série B e… Continuar lendo “O meu lugar é onde quero estar”. Reflexões a partir de uma entrevista com a Gerente de futebol do São Cristóvão

Avalie isto: