Artigos

Já está no ar o oitavo episódio do Passes e Impasses

Acesse o oitavo episódio do podcast Passes e Impasses no Spotify*, Deezer*, Apple PodcastsPocketCastsOvercastGoogle PodcastRadioPublic e Anchor.

O tema do nosso oitavo episódio é “Futebol e movimento LGBT”. Com apresentação de Filipe Mostaro, recebemos no nosso estúdio Carlos Guilherme Vogel, que é mestre em comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UERJ, também é roterista, diretor e produtor cinematográfico e Flávio Amaral que é jornalista formado pela FACHA e assessor de comunicação do governo do Estado do Rio de Janeiro, por telefone, nós também conversamos com o Maurício Rodrigues, organizador do livro Histórias de Todas as Cores: Memórias Ilustradas LGBT e o pesquisador Gustavo Bandeira que é doutor em Educação pela UFRGS.

O podcast Passes e Impasses é uma produção do Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte em parceria com o Laboratório de Áudio da UERJ (Audiolab). O objetivo do podcast é trazer uma opinião reflexiva sobre o esporte em todos os episódios, com uma leitura aprofundada sobre diferentes assuntos em voga no cenário esportivo nacional e internacional. Para isso, traremos sempre especialistas para debater conosco os tópicos de cada programa. Você ama esporte e quer acessar um conteúdo exclusivo, feito por quem realmente pesquisa o esporte? Então não deixe de ouvir o oitavo episódio do podcast Passes e Impasses.

No quadro “Toca a Letra”, trouxemos a música “We are the Champions” é da banda de rock britânica Queen e foi lançada em outubro de 1977.

Passes e Impasses é o podcast que traz para você que nos acompanha o esporte como você nunca ouviu.

Equipe
Coordenação Geral: Ronaldo Helal
Direção: Fausto Amaro e Filipe Mostaro
Roteiro: Marina Mantuano e Fausto Amaro
Produção: Fausto Amaro e Marina Mantuano
Edição de áudio: Leonardo Pereira (Audiolab)
Apresentação: Filipe Mostaro
Convidados: Carlos Guilherme Vogel, Flávio Amaral, Maurício Rodrigues e Gustavo Bandeira
Artigos

Champions LiGay 2019 e preconceito

Ao que se sabe, o esporte ocupa todas as esferas da sociedade, produzindo e reproduzindo comportamentos, discursos, além de funcionar como referência. É notável que o esporte cumpre papel de amenizar variados tipos de conflitos, sintetizar culturas, assumindo o mito de que seria o espaço no qual obstáculos sociais e raciais não existiriam. Contudo, os… Continuar lendo Champions LiGay 2019 e preconceito

Avalie isto: