Produção audiovisual

Já está no ar o vigésimo episódio do Passes & Impasses

Acesse o vigésimo episódio do podcast Passes e Impasses no Spotify*, Deezer*, Apple PodcastsPocketCastsOvercastGoogle PodcastRadioPublic e Anchor.

O tema do nosso vigésimo episódio é “História das Torcidas Organizadas no Brasil”. Com apresentação de Filipe Mostaro e Mattheus Reis, recebemos o professor adjunto da Escola de Ciências Sociais da FGV, Bernardo Buarque de Hollanda, e com o docente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura, da Universidade de Sorocaba, Felipe Lopes.

Podcast #20 op4.png

O podcast Passes e Impasses é uma produção do Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte em parceria com o Laboratório de Áudio da UERJ (Audiolab). O objetivo do podcast é trazer uma opinião reflexiva sobre o esporte em todos os episódios, com uma leitura aprofundada sobre diferentes assuntos em voga no cenário esportivo nacional e internacional. Para isso, contamos sempre com especialistas para debater conosco os tópicos de cada programa.

Você ama esporte e quer acessar um conteúdo exclusivo, feito por quem realmente pesquisa o esporte? Então não deixe de ouvir o vigésimo episódio do Passes & Impasses.

No quadro “Toca a Letra”, a música escolhida foi “Não quero dinheiro”, do saudoso Tim Maia.

Passes e Impasses é o podcast que traz para você que nos acompanha o esporte como você nunca ouviu.

ARTIGOS, LIVROS E OUTRAS PRODUÇÕES:

Equipe
Coordenação Geral: Ronaldo Helal
Direção: Fausto Amaro e Filipe Mostaro
Roteiro: Marina Mantuano e Carol Fontenelle
Produção: Marina Mantuano
Edição de áudio: Leonardo Pereira (Audiolab)
Apresentação: Filipe Mostaro e Mattheus Reis
Convidados: Bernardo Buarque de Hollanda e Felipe Lopes
Crédito da imagem da capa: Marina Mantuano

Eventos

Seminário Internacional Maraca 70 tem seus primeiros palestrantes confirmados

Gisella de Araújo Moura, Bernardo Buarque de Hollanda, Luiz Antonio Simas, Vivian Fonseca, Juca Kfouri e Marcelo Barreto – é com este timaço que o LEME (Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte), sob a coordenação do professor Ronaldo Helal,  começa a contar para o seu Seminário Internacional Maraca 70.

Design sem nome.png

No dia 6 de outubro, às 16h, sob a mediação de Álvaro do Cabo, teremos na mesa virtual “O Maracanã na literatura e na arte” Gisella de Araújo Moura, professora e autora do livro O rio corre para o Maracanã. Ao seu lado, dois craques: o professor e historiador da FGV, especialista em estudos relacionados aos modos de torcer, Bernardo Buarque de Hollanda, e o também professor Luiz Antonio Simas, autor do livro Maracanã: uma biografia.

No dia seguinte, no mesmo horário, com moderação de Leda Costa, teremos a mesa “Maracanã: patrimônio cultural e palco de megaeventos”, com a escalação confirmada de Vivian Fonseca, professora e pesquisadora plena do CPDOC – FGV e professora adjunta da UERJ.

Já às 18h30 é a chegada a hora da nossa mesa de encerramento. A tabelinha fica por conta do ex-editor da Revista Placar, Juca Kfouri, e do apresentador do Redação Sportv, Marcelo Barreto, sob a mediação do professor Ricardo Freitas, vice-diretor da Faculdade de Comunicação da UERJ.

Para acompanhar toda a nossa programação, siga o @lemeuerj nas redes sociais e se inscreva em nosso canal no Youtube. É por lá que iremos transmitir nosso seminário.

Lembramos que encontram-se abertas, até o dia 31 de julho, as chamadas de resumos expandidos para apresentação no evento. Mais informações na aba Maraca 70 aqui no blog.

 

Artigos · Produção audiovisual

Estigmatizado no passado, consolidado para o futuro: o esporte na Academia segundo Bernardo Buarque de Hollanda

Pesquisadores cujo objeto de estudo, no passado, era o esporte, sobretudo o futebol, enfrentaram críticas e resistências no meio acadêmico. No entanto, o trabalho de vanguarda desenvolvido por sociólogos como Ronaldo Helal e Maurício Murad elevou a um outro patamar, de maior reconhecimento e relevância, os trabalhos sobre o esporte e suas relações com as… Continuar lendo Estigmatizado no passado, consolidado para o futuro: o esporte na Academia segundo Bernardo Buarque de Hollanda

Avalie isto:

Artigos · Produção audiovisual

A surpresa da Copa de 2014, segundo Bernardo Buarque de Hollanda.

As relações entre política e megaeventos esportivos cada vez mais são permeadas pelo planejamento e controle de narrativas e decisões, tanto pela classe política quanto pelos grandes veículos de comunicação. No entanto, o cientista social e professor da Fundação Getúlio Vargas, Bernardo Buarque de Hollanda, destaca que a Copa do Mundo de 2014, sobretudo, inverteu… Continuar lendo A surpresa da Copa de 2014, segundo Bernardo Buarque de Hollanda.

Avalie isto:

Artigos · Produção audiovisual

A experiência de Bernardo Buarque de Hollanda com torcidas organizadas francesas

Além de ter pesquisado em seu doutorado as torcidas organizadas dos grandes clubes do Rio de Janeiro, o cientista social e professor da FGV-Rio Bernardo Buarque de Hollanda teve uma rica experiência com as torcidas francesas, em especial a do Bordeaux. Nesta parte de sua entrevista ao LEME, Bernardo Buarque conta as particularidades dessa cultura… Continuar lendo A experiência de Bernardo Buarque de Hollanda com torcidas organizadas francesas

Avalie isto:

Artigos · Produção audiovisual

Um outro olhar sobre as torcidas organizadas apresentado por Bernardo Buarque de Hollanda

Você sabia que a fundação de torcidas organizadas cresceu em meio ao contexto autoritário da ditadura militar no Brasil, como forma de fiscalização da atuação dos dirigentes dos clubes? E que diante da repressão estatal à organizações e instituições opositoras aos governos militares, entre 1964 e 1985, essas torcidas compuseram um dos principais meios de… Continuar lendo Um outro olhar sobre as torcidas organizadas apresentado por Bernardo Buarque de Hollanda

Avalie isto:

Artigos · Produção audiovisual

A influência do regionalismo e do Modernismo literário na crônica esportiva, segundo Bernardo Buarque de Hollanda.

Bernardo Buarque de Hollanda, cientista social e professor da Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro, estudou em seu mestrado as relações entre a literatura e o futebol. José Lins do Rêgo, como Bernardo destaca, foi um dos principais nomes que fomentaram a crônica esportiva nos jornais brasileiros, um trabalho pouco conhecido ainda, dada a… Continuar lendo A influência do regionalismo e do Modernismo literário na crônica esportiva, segundo Bernardo Buarque de Hollanda.

Avalie isto:

Artigos · Produção audiovisual

A paixão de José Lins do Rego por futebol

O escritor regionalista José Lins do Rego possui uma vasta obra literária. Os mais notórios de seus trabalhos são as crônicas alusivas ao período colonial do Brasil, em especial quando o açúcar era o carro-chefe da economia, à época, e tinha o Nordeste como centro produtor. No entanto, Bernardo Buarque de Hollanda, professor de história… Continuar lendo A paixão de José Lins do Rego por futebol

Avalie isto:

Artigos

Uma geração fã de política e esporte

O futebol teceu, ao longo do século XX, relações intrínsecas com a política. No Brasil, a ditadura civil-militar foi o episódio político em que o futebol foi instrumentalizado de maneira mais evidente, tanto para o autoritarismo quanto para a democracia. A vitória da Seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970, no México, serviu de… Continuar lendo Uma geração fã de política e esporte

Avalie isto: