Artigos

“Imprensa e o futebol-arte: As narrativas da “nossa essência futebolística”; uma visão crítica sobre o nosso estilo de jogar nas quatro linhas

“Oito de julho de 2014. Com apenas 30 minutos de jogo a Alemanha vencia por 5 a 0 a partida semifinal contra o Brasil. Toda a construção da representação de um futebol diferenciado, baseado no drible, ofensividade e improviso do jogador brasileiro, denominado futebol-arte, levou seu mais duro golpe…” Este é apenas um trechinho do… Continuar lendo “Imprensa e o futebol-arte: As narrativas da “nossa essência futebolística”; uma visão crítica sobre o nosso estilo de jogar nas quatro linhas

Avalie isto:

Artigos

48 seleções, clientelismo e corrupção: a FIFA continua a desprezar uma paixão mundial

Em 1974, quando assumiu a presidência da FIFA, João Havelange cumpriu a promessa de campanha e expandiu o número de participantes da Copa do Mundo, de 16 até então para 24, a partir do mundial de 1982. Eram tempos de descolonização na África e na Ásia, e os impérios europeus, sobretudo o inglês e o francês,… Continuar lendo 48 seleções, clientelismo e corrupção: a FIFA continua a desprezar uma paixão mundial

Avalie isto:

Artigos

Estigmatizado no passado, consolidado para o futuro: o esporte na Academia segundo Bernardo Buarque de Hollanda

Pesquisadores cujo objeto de estudo, no passado, era o esporte, sobretudo o futebol, enfrentaram críticas e resistências no meio acadêmico. No entanto, o trabalho de vanguarda desenvolvido por sociólogos como Ronaldo Helal e Maurício Murad elevou a um outro patamar, de maior reconhecimento e relevância, os trabalhos sobre o esporte e suas relações com as… Continuar lendo Estigmatizado no passado, consolidado para o futuro: o esporte na Academia segundo Bernardo Buarque de Hollanda

Avalie isto:

Artigos

Os “sem-time” e as “ovelhas negras”

Qual a maior torcida do Brasil? Fãs de futebol cientes de levantamentos feitos anteriormente afirmariam, sem dúvidas, que é a do Flamengo, seguida de perto pela do Corinthians. No entanto, há uma outra “torcida”, oculta e maior que as nações rubro-negra e corinthiana: a dos sem time.   Segundo pesquisa divulgada na semana passada pelo instituto… Continuar lendo Os “sem-time” e as “ovelhas negras”

Avalie isto:

Artigos

A surpresa da Copa de 2014, segundo Bernardo Buarque de Hollanda.

As relações entre política e megaeventos esportivos cada vez mais são permeadas pelo planejamento e controle de narrativas e decisões, tanto pela classe política quanto pelos grandes veículos de comunicação. No entanto, o cientista social e professor da Fundação Getúlio Vargas, Bernardo Buarque de Hollanda, destaca que a Copa do Mundo de 2014, sobretudo, inverteu… Continuar lendo A surpresa da Copa de 2014, segundo Bernardo Buarque de Hollanda.

Avalie isto:

Artigos

A experiência de Bernardo Buarque de Hollanda com torcidas organizadas francesas

Além de ter pesquisado em seu doutorado as torcidas organizadas dos grandes clubes do Rio de Janeiro, o cientista social e professor da FGV-Rio Bernardo Buarque de Hollanda teve uma rica experiência com as torcidas francesas, em especial a do Bordeaux. Nesta parte de sua entrevista ao LEME, Bernardo Buarque conta as particularidades dessa cultura… Continuar lendo A experiência de Bernardo Buarque de Hollanda com torcidas organizadas francesas

Avalie isto:

Artigos

Um outro olhar sobre as torcidas organizadas apresentado por Bernardo Buarque de Hollanda

Você sabia que a fundação de torcidas organizadas cresceu em meio ao contexto autoritário da ditadura militar no Brasil, como forma de fiscalização da atuação dos dirigentes dos clubes? E que diante da repressão estatal à organizações e instituições opositoras aos governos militares, entre 1964 e 1985, essas torcidas compuseram um dos principais meios de… Continuar lendo Um outro olhar sobre as torcidas organizadas apresentado por Bernardo Buarque de Hollanda

Avalie isto: