Artigos

Caso Cruzeiro: hora da democracia nos clubes

No dia 26 de maio, o Fantástico apresentou uma longa reportagem sobre o Cruzeiro Esporte Clube, campeão das últimas duas Copas do Brasil, onde denunciava uma série de irregularidades cometidas pela atual gestão do clube mineiro. Sem entrar no mérito da longa lista de atividades ilegais – como pagamentos irregulares, contratos fraudados, negociações ilegais sobre… Continuar lendo Caso Cruzeiro: hora da democracia nos clubes

Avalie isto:

Artigos

O Flamengo “da gente” não é um CNPJ

O debate público, em tempo de redes sociais tão presentes, requer bastante cuidado. Ele é composto de várias vertentes, onde se formam blocos de discussão (principalmente discordância) que se confundem no panorama mais amplo. O caso do incêndio no Centro de Treinamento “Ninho do Urubu”, do Flamengo, segue essa lógica, em uma apressada necessidade de… Continuar lendo O Flamengo “da gente” não é um CNPJ

Avalie isto:

Artigos

“El Sevilla no se vende!”: uma mobilização torcedora no futebol-negócio espanhol

Se por um bom tempo os sentimentos de pertencimento ao clube e afeto pelo estádio conseguiram resistir à intensificação da mercantilização do futebol em meados do século passado, muito se especulou sobre a mudança drástica que viria com a transformação dos clubes em empresas. O público passaria a adotar uma relação cada vez mais distante,… Continuar lendo “El Sevilla no se vende!”: uma mobilização torcedora no futebol-negócio espanhol

Avalie isto:

Artigos

O recomeço do zero d’Os Belenenses e os paradoxos do “negócio” do futebol

Eis uma história que ganhou contornos surreais para qualquer torcedor. Em comum acordo, sócios e dirigentes decidem criar um novo time de futebol dentro do clube, inscrevendo-o na sexta e última divisão nacional. O motivo: manter-se enquanto um clube. Agora são dois times com o mesmo nome – e até a publicação desse texto, com… Continuar lendo O recomeço do zero d’Os Belenenses e os paradoxos do “negócio” do futebol

Avalie isto:

Artigos

Cinza é a cor mais quente: sobre estádios para sentar

Já é um caso consumado no futebol brasileiro: torcidas organizadas são disciplinadas e colocadas obrigatoriamente no fundo de um dos gols, espremidas em um lance minoritário de uma arena invariavelmente repleta de assentos vazios, concentrando e/ou sobrepondo a festa de quatro ou cinco agrupamentos. A festa é confusa, descompassada. As torcidas disputam entre si o… Continuar lendo Cinza é a cor mais quente: sobre estádios para sentar

Avalie isto:

Artigos

Negros e árabes da Copa do Mundo: apontamentos sobre nacionalidade e migrações no futebol

Mais uma vez o debate sobre naturalizações e multiculturalismo atinge seleções participantes da Copa do Mundo. O futebol globalizado e midiatizado já anunciava há mais de duas décadas que as chamadas “escolas do futebol” estavam com os dias contados: grandes ligas europeias seriam tão concentradoras dos melhores pés-de-obra do mundo que a tendência era uma… Continuar lendo Negros e árabes da Copa do Mundo: apontamentos sobre nacionalidade e migrações no futebol

Avalie isto: