Eventos

Seminário Internacional “Copa América – 2019: Esporte, mídia, identidades locais e globais” tem recorde de público

O Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte (LEME), driblando todos os percalços proporcionados pelas chuvas, promoveu o Seminário Internacional “Copa América – 2019: Esporte, mídia, identidades locais e globais”. Coordenado pelo prof. Ronaldo Helal, o evento estava marcado para os dias 9 e 10 de abril, mas teve que ser adaptado somente para o dia 10 de abril (quarta-feira). O auditório do PPGCOM esteve lotado e os GTS tiveram ampla participação de pesquisadores de vários estados do Brasil.

As atividades iniciaram às 12h, com a apresentação dos trabalhos distribuídos nos GTs 1, 2 e 3. Às 15h, foi a vez da primeira mesa de palestras composta de David Wood, presidente da Sociedade de Estudos Latino-Americanos e diretor de Assuntos Internacionais da Faculdade de Artes e Humanidades da Universidade de Sheffield; Simoni Lahud Guedes, professora titular do Departamento de Antropologia da Universidade Federal Fluminense e membro da Associação Brasileira de Antropologia (ABA), Pablo Alabarces, PhD em Sociologia pela Universidade de Brighton e professor da Universidad de Buenos Aires e Victor Andrade, professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde atua no Programa de Pós-Graduação em História Comparada/Instituto de História e no Programa de Pós-Graduação em Educação, da Faculdade de Educação.

Às 18h 30 foi a vez da segunda mesa, que contou com a generosidade do professor Ricardo Freitas, membro do corpo docente do programa de pós-graduação stricto sensu em Comunicação da UERJ e líder do grupo Comunicação urbana, consumo e eventos cadastrado no CNPQ, que cedeu sua fala para os demais colegas, já que o tempo estava curto.  Tiveram a palavra Gilmar Mascarenhas, pesquisador associado no Laboratório ETTERN-IPPUR-UFRJ e membro da rede NEER (Núcleo de Estudos em Espaço e Representações); Rosana da Câmara Teixeira, pesquisadora do Laboratório de Educação e Patrimônio Cultural (Laboep-UFF) e do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Esporte e Sociedade (NEPESS-UFF), Lívia Magalhães, professora Adjunta de História do Brasil República do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense (UFF); e Sérgio Settani Giglio, coordenador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Esporte e Humanidades (GEPEH) da Universidade Estadual de Campinas e integrante do MARGEM: Laboratório de Pesquisa em Educação Física e Humanidades da UNICAMP e do LUDENS (Núcleo Interdisciplinar de Estudos Sobre Futebol e Modalidades Lúdicas) da Universidade de São Paulo.

O objetivo do evento era de refletir sobre o fenômeno futebolístico e esportivo de modo geral tendo como centro articulador os debates sobre a realização da Copa América de 2019 no Brasil e os cem anos da primeira conquista internacional da Seleção Brasileira, mas o aprendizado foi muito além do futebol. O LEME aproveita para pedir desculpas públicas por qualquer mudança na programação de última hora e agradece a cada funcionário terceirizado da UERJ (principalmente dos elevadores e da faxina), às servidoras de secretaria do PPGCOM Eliana e Helena e aos pesquisadores que, mesmo diante da chuva e mudança de programação estiveram presentes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s