Artigos

VIVA O VAR

O VAR chegou de vez ao futebol brasileiro. O sistema de vídeo-arbitragem (sigla em inglês de video assistant referee ou árbitro assistente de vídeo) foi, disparado, a melhor coisa da última Copa do Mundo. Na realidade, já havia sido lançado em dezembro de 2017, no Mundial de Clubes, vencido pelo Real Madrid. Veio a Copa na Rússia, e, agora, o VAR, enfim, aterrissou no continente sul-americano, para ser utilizado na Copa do Brasil e na Copa Libertadores.

Screenshot_20180816-200159
Fonte: Fifa

Sempre atento às redes sociais e aos programas esportivos da televisão, vejo algumas pessoas criticando de maneira exagerada o novo recurso. Obviamente, respeito a opinião de todos. Mas, sinceramente, não consigo entender quem não acha o VAR uma ótima ferramenta. Trata-se de algo que deixa o futebol mais justo. Concordo que não resolve totalmente, e nada irá, até por existirem lances interpretativos. Mas ajuda. E muito! Faz com que diminua os erros da arbitragem, trazendo a verdade em forma de imagem.

A eficácia do VAR ainda deixa dúvidas, precisando de ajustes e está longe do ideal. Há a necessidade de um processo de adaptação. De quem apita dentro e fora de campo, dos clubes, dos torcedores e da imprensa. Mas avançamos. E isso é incontestável. Se durante um jogo tivermos um ou dois lances importantes corrigidos por conta dessa tecnologia, evitando um resultado indevido, acredito já ser um ótimo motivo para comemorarmos.

Há ainda um outro grupo de pessoas que opinavam que o árbitro de vídeo tiraria a emoção do gol ou ainda a atraente polêmica que o futebol traz nas tradicionais conversas de bar após as partidas. Opiniões comprovadamente equivocadas, se nos basearmos na própria Copa do Mundo, em que a emoção ficou ainda mais vívida. Como foi emocionante ver os árbitros fazerem o gesto do retângulo em alusão ao VAR, e aguardá-los por alguns minutos verificando na imagem o que tinha acontecido. E a tal polêmica? Está lá, ainda presente. Continuou e permanecerá assim para sempre. Por ser um elemento enraizado no futebol.

O uso da tecnologia fará com que o futebol, o maior esporte do planeta, tenha resultados mais justos. Só por estarmos tentando fazer com que o certo seja o certo, em um mundo atual tão controverso, faz do VAR algo legítimo. Viva a tecnologia, neste caso, parceria fiel da justiça.

Rapidinha: O VAR foi implementado, de vez, somente na Copa do Brasil deste ano. Mas não é a primeira vez que a ferramenta é utilizada em solo canarinho. O primeira teste ocorreu nas finais do Campeonato Pernambucano de 2017, entre Sport e Salgueiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s