Artigos

O atual cenário da mídia brasileira segundo Anderson Gurgel Campos

O Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte entrevistou durante o congresso INTERCOM-2015 Anderson Gurgel Campos, pesquisador de comunicação e esporte da Universidade Mackenzie em São Paulo. Na segunda parte deste bate-papo, foram abordados os desafios da internet em ser democrática de fato, objetivo vislumbrado por estudiosos como Pierre Levy, e como o esporte está inserido nesse contexto.

Para o professor da Mackenzie, se a internet possibilita a emergência de novas vozes no debate público, o agendamento feito pela mídia tradicional em veículos impressos e audiovisuais é pertinente no âmbito da cybercultura já que os sites de grandes corporações de mídia estão entre os mais acessados e compartilhados por internautas.

“Alguns autores mais otimistas, como Pierre Levy, vislumbraram uma democratização da sociedade através da internet, e isso existe em certos termos já que a possibilidade de se comunicar através das redes sociais se ampliou. Mas é possível perceber que, nesse universo da cybercultura, ainda há um protagonismo muito grande de quem já detém poder econômico. Portanto, meios de comunicação que já eram relevantes nas mídias tradicionais conquistaram espaço relevante em novas mídias só que em formatos adaptados. O esporte está inserido nessa lógica.”

telecamera-campo
“O esporte atrai muita audiência na mídia tradicional. O modelo de negócios de muitas empresas, como a Rede Globo, depende do futebol, ainda mais se considerarmos a crise das telenovelas”, afirma Anderson Gurgel.

Embora muitos pensem que essa lógica vertical de influência, partindo das mídias tradicionais para a internet, seja única, Anderson, no entanto apresenta a “outra face da moeda”: há exemplos que “sabotam” esse fluxo aparentemente unidirecional.

“Muitos programas que surgem no Youtube “do nada” caem, de repente, no gosto popular e são adaptados à versão de TV. No esporte, os grandes eventos (Copa do Mundo e Jogos Olímpicos) e entidades esportivas (CBF, FIFA, COI) já ensaiam um mapeamento sobre essas novas maneiras de assistir ao esporte, como transmissões online.”

Para ver esse e outros vídeos produzidos pela equipe do LEME, é só acessar nosso canal no Youtube.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s