Artigos

Mistura

Olá, Faz três meses que não escrevo aqui neste espaço. Eu pensava em que assunto abordar. Nesse ínterim, desde fevereiro, muita coisa aconteceu . Começando pelo maior de todos os eventos esportivos, o Superbowl, este ano conquistado pelo New English Patriots, no Estádio da UNIVERSIDADE DE PHOENIX. (que vergonha pras Universidades brasileiras, não acham?)

PHOENIX UNIVERSITY STADIUM, AZ, USA

No Basquetebol, a disputa pelo título da NBA e do NBB acirraram-se. No NBB, até aqui, semifinais, uma única surpresa, o interior do Estado de São Paulo ressurge no cenário nacional, com 3 dos 4 clubes finalistas oriundos de SP: Limeira, Mogi das Cruzes e Baurú. Este último, um elenco montado para disputar todos os títulos possíveis. Venceram O Estadual/SP e a Liga das Américas. O outro semifinalista da NBB não é surpresa: C. R. Flamengo, que massacrou o Limeira (3X0) e é finalista mais uma vez. A ausência é o Brasília, que perdeu muitos talentos e não conseguiu repetir as boas campanhas de anos anteriores. Ainda no basquetebol, A final das conferências Leste e Oeste da NBA está muito disputada e emocionante. Lebron James perseguindo os recordes de “Air Jordan” a cada jogo e liderando os Cleveland Cavaliers. Até aqui, eliminaram o Chicago iniciam a decisão da conferência contra Atlanta, neste dia 20/05. Emoções à vista. Poucos ingressos ainda disponíveis, a US$150 cada (não tem meia entrada).

No campo futebolístico, avançou a disputa pela Taça Libertadores da América. A regra que força o cruzamento e consequente eliminação de clubes conterrâneos fez algumas vítimas brasileiras. Com duas derrotas consecutivas o Sport Club Corinthians deu adeus, sendo eliminado pelo Guarani (PAR), sem sequer marcar um gol. Na disputa caseira o Internacional (RS) levou a melhor sobre o Atlético Mineiro, por pouco, mas o suficiente para chegar às quartas de final (19 a 28 de maio). No clássico portenho, O River Plate classificou-se antecipadamente, devido à eliminação do Boca Juniors, Alguns desajustados atacaram os jogadores, lançando spray de pimenta nos mesmos, e o clube foi punido.

A Copa do Brasil ainda engatinha, mas algumas baixas já foram sentidas. E essa invenção maluca dos eliminados na primeira fase da Libertadores entrarem nas fases finais da Copa do Brasil? que acham? eu discordo. Eliminado não merece prêmio.

Houveram ainda, neste meio tempo, os contestados (não por mim), Campeonatos Estaduais de Futebol. Alguns ainda em andamento. Os “principais”, porém, já definidos.

E o Campeonato Brasileiro começou. Até aqui, segunda rodada, desempenho pífio dos clubes cariocas. Ainda ontem, domingo, 17/05, o Fluminense foi goleado por 4 X 1 pelo Atlético Mineiro, o Flamengo se salvou de uma derrota para o Sport em pleno Maracanã, arrancando um empate por 2 X 2 nos últimos minutos, e o Vasco, campeão carioca, empatou em 0  X 0 com o Joinvile. O que eu tenho visto, e muitos “especialistas” e “analistas” têm apontado, é uma carência no meio campo. Falta o articulador de jogadas, o homem das assistências, que mantêm uma média de passes certos acima de 80% e coloca os companheiros em condições de marcar. Esse jogador está em falta no mercado. Mesmo com dinheiro não há quem contratar. O que se vê é um festival de mediocridade no meio- campo. Mesmo os clubes que venceram os Estaduais têm deficiência. Não existe o “camisa 10”. O Flamengo acena com a possibilidade de contratar o experiente meia Diego (ex- Santos), atualmente do Fenerbach, e/ou seu amigo Robinho. A multinacional Jeep, recém chegada ao clube, ajudaria nessa negociação. Após tentar preencher a lacuna com Dario Bottinelli, Lucas Mugni, e mais recentemente, Almir, parece que a paciência da diretoria esgotou e pretende alguém com mais nome. O que impressiona é que os “camisa 10”, o “meia armador”, não surjam mais nas categorias de base dos clubes. Só formam volantes (e ruins). Elogiam muito o Paulo Henrique (vulgo Ganso), mas, sinceramente, nunca achei um grande jogador. Outros da posição do mesmo nível: Valdívia (Palmeiras), Conca (ex-Fluminense), etc.

Ainda dentro do que acontece no cenário esportivo atual, estão as classificatórias para as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. Mas isso ninguém quer saber ainda, né? Se alguém se importar, esse cara fez uma boa síntese do que vêm acontecendo:

http://olimpiadas2016-classificados.blogspot.com.br/

Uma coisa me espantou… segundo a fonte acima, há 308 atletas brasileiros classificados para os Jogos Olímpicos, enquanto apenas 44 estadunidenses estão com vaga garantida. Isso não faz sentido algum.

http://olimpiadas2016-classificados.blogspot.com.br/2015/05/lista-dos-paises-classificados-para-os.html

E tem também a Copa América este ano. Será que depois do 7 X 1 alguém ainda quer ver a seleção brasileira? eu não!

Até daqui a três meses.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s