Artigos

Cristiano Ronaldo e Lionel Messi: sombras mútuas

Saudações aos leitores do Blog.

 

Amanhã, por volta das 15h45(horário de Brasília), a equipe do Real Madrid enfrenta o Bayern de Munique em busca de uma vaga na final da Uefa Champions League. Com a camisa 7, estará em campo um jogador capaz de não mudar só os rumos da equipe merengue na competição europeia, mas na temporada em geral. Estou falando de Cristiano Ronaldo, o CR7. Michel Tolices à parte, máscara(para alguns) à parte, aparições nos tablóides à parte, o português está no auge da carreira. Aos 27 anos, é a referência do melhor Real Madrid desde o time comandado por Zidane campeão da Liga dos Campeões em 2002, artilheiro do campeonato espanhol com 42 gols(um gol a mais que o rival Lionel Messi), líder da seleção portuguesa e um dos melhores de sua geração. Para muitos, o melhor, depois de Messi. E é exatamente isso que me chama mais a atenção. Com todos os numeros e o futebol vistoso que vem apresentando, Cristiano Ronaldo é menos espetacularizado na mídia e pelos torcedores em geral. Isso é bom? É ruim? É uma constatação interessante, tendo em vista que as personalidades dos dois jogadores são diametralmente opostas.

Senão vejamos. Cristiano Ronaldo surgiu como sensação no Nacional da Ilha da Madeira,de Portugal. Seguiu para o Sporting de Lisboa e chamou a atenção de Alex Ferguson, que o levou para o Manchester United, onde CR7 se destacou demais, levando o time a três títulos da liga inglesa, uma FA Cup e a liga dos Campeões de 2007-2008, muito importante para que o jogador levasse o prêmio de Melhor do Mundo em 2008. Sempre foi fotografado com modelos estonteantes,  em comemorações farâonicas, e sempre respondeu em campo. É o jogador mais caro da história do futebol, com sua transferência em 2009 para o Real Madrid avaliada em 94 milhões de Euros.

Lionel Messi foi levado para o Barcelona, vindo da Argentina, com 13 anos, e desde então foi sendo preparado para tornar-se o melhor do mundo. Estreou no Barcelona em 2005 e, desde então vem criando seu próprio império futebolístico, com 5 títulos espanhóis, 3 títulos de Champions League, três prêmios de melhor do mundo…  E sempre foi muito discreto, caseiro e fotografado, na maior parte das vezes, apenas dentro dos campos onde exibe seu futebol irrefreável. Dois estilos tão diferentes, mas genialidades igualmente geniais.

Santamaria, ex-jogador do Real Madrid, considera que Cristiano Ronaldo deve receber o prêmio da Bola de Ouro da revista France Football, devido à sua performance exuberante durante esta temporada.

Josip Skoblar, artilheiro do Olympique de Marselha em 1970-71 com 44 gols e o maior até hoje entre as 5 melhores ligas, já declarou que prefere que Messi bata o seu recorde, e foi categórico em afirmar que o argentino é o melhor de todos os tempos.

E em uma temporada com Messi seguindo espetacular, Cristiano Ronaldo é uma sombra que incomoda. E, pelo que foi visto sábado, no qual CR7 marcou o gol da vitória no superclássico entre Real e Barcelona, incomoda muito. Felipão já declarou que o maior problema na vida de Cristiano Ronaldo é o argentino. E penso assim também, mas com um adendo: Lionel Messi, tendo um jogador eficiente e letal como Cristiano, no auge da carreira, em um clube tão próximo e tão distante( tal qual Barcelona e Real Madrid são), joga mais tendo o português como sombra. Há uma influência mútua de um sobre o outro, que se acirra a cada encontro. E quem ganha é o torcedor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s