Artigos

De volta à era do rádio

To read the english version click here.

Eu havia preparado um outro texto para publicar aqui, mas, devido aos acontecimentos recentes que me impediram de assistir ao jogo do time de minha preferência na televisão, resolvi mudar e falar deste assunto, bem atual e importante. O outro texto é atemporal e postarei em outra ocasião.

O fato: Escrevo agora, uma quinta feira à noite, após a vitória do clube em um jogo da Copa Libertadores da América (sei que agora se chama Libertadores Santander, Hyundai ou outro capitalista qualquer, mas, enfim, pra mim é só Libertadores). Continuando… Cheguei em casa e queria assistir ao jogo, mas, pasmem… O jogo não passou na televisão! Como assim? TODOS os jogos dos grandes clubes passam na televisão… Ainda mais um jogo de libertadores da América!

Ouvi pelo radinho, como nos bons tempos! Foi como voltar aos idos de UFF, em que eu levava o walkman para as aulas e ficava lá, um olho no padre e outro na missa… nesse caso, um ouvido no professor e outro no jogo… no Penido, no Garotinho… Lembro que certa vez o professor me interpelou: “você presta atenção no que é dito em sala ou só no jogo?” Ao que eu respondi: “só nas partes mais importantes de ambas as transmissões!”

Fui, então, em busca do motivo desse rolo na Libertadores.

Na página da operadora de TV por assinatura, SKY, nenhuma palavra sobre o imbróglio. Na página da Fox tampouco. Recorri então à mídia especializada em esportes pra saber o que acontecia. Nada encontrei nos veículos esportivos da grande mídia: Globo – Sportv e ESPN. A única referência pontual foi um artigo do Roberto Assad no jornal impresso Lance! Edição de terça-feira, 06/03/2012. Lá ele chama a Libertadores de “Copa que ninguém vê”. Também não é assim, Roberto… quer ver? É só ir ao estádio (como aliás, deve ser o jeito “certo”).
As únicas empresas de jornalismo que encontrei explicando o caso foram as que não têm “rabo preso”: Portal eletrônico Terra e o jornal Folha de São Paulo. No Lancenet (espaço virtual do jornal impresso Lance!), buscando por “FOX” e “libertadores”, acha-se esses comentários:

O Fluminense estreia na Libertadores nesta terça-feira, às 22h, enfrentando o Arsenal (ARG) no Engenhão, com cobertura em tempo real do LANCENET!. No entanto, poucos tricolores que não comparecerem ao estádio poderão assistir à partida pela televisão, já que a exclusividade da transmissão pertence ao canal fechado Fox Sports, recém-chegado ao Brasil, e restrito a menos de 30% dos assinantes de TV paga no país.
De fora da grade das duas principais operadoras de TV por assinatura (Sky e Net, que abocanham cerca de 70% dos assinantes, segundo dados do jornal Folha de São Paulo), o novo canal integra apenas alguns pacotes de empresas menores, com a Oi, a TVA e a Neo TV.

Praticamente o mesmo texto é utilizado em outra matéria:

Grande parte da torcida santista terá de recorrer a métodos alternativos para acompanhar a estreia do Peixe na Copa Libertadores, quarta-feira, contra o The Strongest (BOL), às 19h45, em La Paz. A partida não terá transmissão ao vivo em TV aberta e o Fox Sports, canal que tem os direitos exclusivos em TV a cabo, ainda não está na grade de Sky e Net, operadoras que detêm cerca de 70% do mercado de TV por assinatura do Brasil. A possibilidade de transmissão da partida nos canais Speed e FX, que pertencem ao mesmo grupo dono da Fox Sports e constam das grades de Sky e Net, chegou a ser cogitada, como aconteceu nas partidas Internacional x Once Caldas (COL), Flamengo x Real Potosí (BOL) e Fluminense x Arsenal (ARG), na primeira fase. Porém, segundo assessoria de imprensa da Fox, isso não ocorrerá.

O Lancenet abre espaço para os comentários dos leitores, uma espécie de blog. Lá pode-se ver que há confusão por parte dos torcedores, mas que alguns percebem quem é o vilão dessa história: veja aqui.

Na Fox Sports há uma lista das operadoras que disponibilizam o canal. Nenhuma grande:

Você quer ver o Fox Sports?
Pois fique sabendo que o Fox Sports já chegou ao Brasil e está transmitindo conteúdos exclusivos para seus assinantes. Nas operadoras CTBC (canal 465), Nossa TV (Canal 36), Telefônica TV Digital (Canal 465), TVA (Canal 50) e Oi TV (Canal 520) o FOX Sports já está aberto para os assinantes. Na RCA e NEO TV a numeração varia de acordo com a localidade.
Logo na estreia, a grande atração do FOX Sports é a Copa Santander Libertadores da América, com cobertura completa de todos os jogos! E vem muito mais por aí: Copa Bridgestone Sul-Americana, a Serie A da Liga Italiana e a Barclays Premier League (campeonato inglês).

Apesar disso, pelo que pude apurar, o referido canal só existe, mesmo, na operadora de internet francesa GVT (que agora também vende sinal de TV). Um relato de consumidor:

Hoje, dia 07/03/2012, entrei em contato com a OI TV (92014039534) questionando o fato de não passar na minha TV a FOX SPORT em NENHUM canal. O supervisor me disse que de fato a FOX Sport não está sendo transmitida para a OI TV, e que isso provavelmente será resolvido até o final de março. Resumindo, a OI TV e a FOX SPORT oferecem um produto que não tem condição de entregar, isso é propaganda enganosa. A OI TV e a FOX SPORT rasgam o Código de Defesa do Consumidor, infringindo principalmente os artigos 30 e 37 desta lei.
Se uma empresa deste porte não respeita a lei, como podemos cobrar do resto?!
Fiz uma reclamação na ANATEL (413909.2012), vamos ver as providências que serão tomadas. Confira aqui na íntegra.

A Wikipédia explica de forma sucinta o que houve:

A Fox Sports, de propriedade do grupo norte-americano News Corporation, com sede na Argentina, é a principal detentora dos direitos de transmissão na América Latina e, ao mesmo tempo, a co-organizadora do torneio desde 1998 junto a uma empresa multinacional (desde 2008 o Grupo Santander), oferecendo prêmios em dinheiro aos clubes que passam em cada fase. No Brasil a Rede Globo detém os direitos de TV aberta para o país até a edição de 2018. A emissora irá transmitir até duas partidas envolvendo clubes brasileiros por semana, além da final. A novidade fica por conta dos direitos de TV por assinatura. Nas últimas sete edições, foi transmitido pelo SporTV (canal de esportes da Rede Globo), alem da participação do BandSports na última edição. Mas a News Corporation anunciou a chegada da Fox Sports ao país após quinze anos de fundação, com início em fevereiro, coincidindo com o início da segunda fase, conseguindo de imediato, os direitos de transmissão exclusiva na TV por assinatura.

Ou seja, a Globo (TV Aberta) pode transmitir duas partidas por semana, mas o canal fechado da Globo, o Sportv, não pode transmitir nenhuma. Se ferraram. É bom, de vez em quando, ver esses monopólios serem desafiados. A Globo pensa que manda no país, mas agora começa a perceber que não é bem assim.

* No dia 15/03/2012 o canal Fox Sports passou a ser transmitido pela operadora Sky. Na operadora NET (Globo) ainda não há previsão.

Anúncios

5 comentários em “De volta à era do rádio

  1. É PRECISO CONVENCER A NET E A FOX SPORTS DE ” QUE MAIS VALE UM MAL ACORDO DO QUE UMA BOA BRIGA”. NESTA “BRIGA” TODOS DEVEM ESTAR DO MESMO LADO: NET, FOX SPORTS E …TORCEDORES, QUE PRECISAM TER, PELO MENOS, O DIREITO DE PAGAR PARA VER.
    QUEM TERIA DITO ASSIM:” PAZ NA TERRA AOS HOMENS DE BOA VONTADE!”?
    POR FAVOR, ENTREM EM ACORDO RÁPIDO, POIS QUEREMOS VER E TORCER PELOS NOSSOS TIMES. O TEMPO ESTÁ PASSANDO…

  2. Infelizmente a quantia “de ter” nunca basta… Quem mais tem, sempre quer mais. Dividir é um verbo que os capitalistas desconhecem. A Fox está se aproveitando de uma época de “vacas gordas”, quando vários times expressivos brasileiros (só pra citar 2: Flamengo e Corinthians) estão na libertadores (oferecendo torcida aos seus anunciantes). Daqui a pouco começa o brasileirão e muda o cenário, favorecendo novamente à Rede grobo.
    E nós, espectadores, assistimos a esse show de horrores, impávidos.

  3. e quem perde com tudo isso, infelizmente, são os torcedores. pois nem todos conseguem ir ao estádio ou deveriam ter o direito de ver os jogos que bem quisessem independente do time.

    a sky já assinou com a fox, mas antes do acordo eles passaram alguns jogos e avisando em cima da hora, bem como na net. eu tenho esta última e até agora nada de fazerem um acordo sobre. fui aos dois jogos do flu na libertadores e continuarei indo porém eu, que sempre tive ppv, me sinto desrespeitada como consumidora.

    estão todos certos, a fox, as tevês a cabo, todos querem lucro. errados estamos nós em querermos ver futebol, né? tendo coisas tão mais interessantes pra nos preocuparmos na vida… #ironia

  4. Isso tem uma solução: Acabar com essa palhaçada de exclusividade nas transmissões.

    A SporTV, Globo reclamam mas a culpa é deles mesmos pq eles é que começaram com essa novela de exclusividade, eles criaram o próprio monstro e tão provando do veneno que eles criaram.

    A imprensa não grita sempre pela liberdade de expressão? Então que gritem pela liberdade de transmissão!

    Abraços e saudações Rubro-Negras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s