Artigos

Neymar, Ronaldinho e o “verdadeiro” futebol brasileiro

Matéria originalmente publicada em 03 de agosto de 2011 no jornal O Globo (veja 1 e 2)

 

O jogo entre Flamengo e Santos vencido pelo primeiro por 5 a 4 na última quarta-feira, dia 27 de julho, levou os jornalistas a falarem em “essência” e “verdadeiro” futebol brasileiro. Neymar e Ronaldinho protagonizaram lances e jogadas geniais, tornando a partida emocionante e prazerosa de se assistir. Mas o que isso teria a ver com uma suposta “essência” ou “verdade” do nosso futebol? Todas as outras partidas das 12 rodadas do campeonato fariam parte da “desnaturalização” ou da “mentira” do futebol brasileiro?

Durante a partida, tanto o narrador como o comentarista da Rede Globo de Televisão, o ex-jogador de futebol Junior, reconhecidamente um grande craque no seu tempo, faziam alusões a tal da “essência” ou da “verdade” do nosso futebol. Por que então somente uma partida das mais de 100 disputadas até então no Campeonato Brasileiro teria esta “essência” ou “verdade”? Estavam em campo, entre outros grandes jogadores, dois extraclasses de gerações distintas. De um lado o jovem Neymar, maior promessa do futebol atual, talvez ao lado de Ganso e Lucas. E de outro, Ronaldinho Gaúcho, melhor do mundo até alguns anos atrás. Ora, jogadores extraordinários produzem lances extraordinários. Os dois estavam inspirados e geraram lances espetaculares, daqueles que não vemos na rotina do futebol, seja no nosso, seja no mundial.

Posso estar fazendo o papel do sociólogo destruidor dos mitos mais prazerosos dos brasileiros, mas não tenho como aceitar a fragilidade da sentença que atribui a uma partida ou a alguns jogadores aquilo que seria a nossa “essência”. Não seria muito mais razoável e lógico pensar que o que estamos chamando de “essência” seria a “exceção”? Do contrário estaríamos todos condenados a ver constantemente diversas partidas “mentirosas”, negando o “futebol brasileiro”. E isto por anos, às vezes décadas. Como já escrevi em artigo publicado em O Globo no dia 3 de junho de 2011, Neymar e Ganso fazem parte da galeria dos jogadores extraordinários. E estes jogadores possuem estilo semelhante: o estilo extraordinário. Ronaldinho Gaúcho idem. Desde os Ronaldos (o “Gaúcho” e o “Fenômeno”) não produzimos jogadores tão fantásticos. Antes deles tivemos Romário e um pouco antes a geração do Zico. O que me leva a concluir que estes atletas extraclasses são exceções, são gênios do futebol, independente de suas nacionalidades. Não tem a ver com “brasilidade”. Tem a ver com genialidade, com talento acima da média, que é algo que não se explica. Seus estilos são universais, raros, se unem aos maiores da história do futebol, ainda que o Brasil possa produzir mais jogadores deste nível e ainda que nos agrade pensar que fazem parte do “verdadeiro futebol brasileiro”.

Na partida entre Santos e Flamengo, repleta de lances geniais protagonizados principalmente por Neymar e Ronaldinho, dois mereceram a atenção destacada da imprensa. O terceiro gol do Santos marcado por Neymar e o gol de falta do Ronaldinho. Neymar mostra neste gol recursos técnicos e corporais só comparáveis aos grandes gênios do futebol. E a sutileza na falta cobrada por Ronaldinho idem. E ele já tinha cobrado de forma semelhante nos seus tempos de Barcelona. A jogada que originou a falta também é extraordinária.

12 anos separam Neymar de Ronaldinho. Quando os dois estão em campo, ainda que em lados opostos, e em noite inspirada, só podia dar no que deu: uma partida memorável, épica, que entra na galeria das partidas extraordinárias, brasileiras ou não.

________________________________

Confira abaixo os gols da partida entre Santos e Flamengo, fonte de inspiração para este post:

Anúncios

2 comentários em “Neymar, Ronaldinho e o “verdadeiro” futebol brasileiro

  1. Ola boa noite professor Ronaldo Helal, há algum tempo estou atras de seu livro sobre sociologia do esporte, pois estou fazendo minha monografia sobre A RIVALIDE ENTRE BRASIL E ARGENTINA EXPLORADA NA MÍDIA, e foi recomendado pelo meu professor ess seu livro, porém não estou encontrando em lugar algum, só em sebos em São Paulo só que não estão chegando pelo fato da greve dos correios. Gostaria de obter esse livro poi é fundamental para meu trabalho, gostaria de saber se o senhor teria algum lugar para me indicar onde possa encontra-lo. Desde já agradeço, obrigado Leandro Damasceno Chagas, aguardo contato damasceno2004@hotmail.com.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s